Bellator sonha: ‘Queremos ser um PRIDE melhorado’

Presidente da organização, Scott Coker diz que evento do próximo sábado, o Bellator Dynamite, será o primeiro passo rumo ao objetivo

S. Coker (foto) é o CEO do Bellator. Foto: Divulgação

S. Coker (foto) é o CEO do Bellator. Foto: Divulgação

O presidente do Bellator, Scott Coker, tem planos bastante ambiciosos para sua organização em um futuro próximo. De olho em aumentar a representatividade dos eventos perante os fãs de MMA, o dirigente quer que sua empresa evite seguir os mesmos caminhos do UFC, usando outra marca de destaque como referência: o PRIDE.

Veja Também

Fedor Emelianenko confirma presença em evento promocional do Bellator em setembro
Presidente afirma que Fedor não assinará com o Bellator
Bellator Dynamite contará com famosa announcer do PRIDE

O evento, que existiu entre 1997 e 2007, era o mais grandioso de lutas da época, superando até mesmo o Ultimate. Porém, havia diferenças em relação ao que se vê hoje em dia, não só em regras mas também no formato da atração como um todo.

Neste sábado (20), o Bellator realizará um evento inspirado em algumas atrações do PRIDE, misturando combates de MMA na jaula com kickboxing em um ringue. A medida, segundo conta Coker, é o primeiro passo rumo a um objetivo maior.

“Eu quero que seja como o PRIDE, mas melhorado. Esse é o objetivo. Esses eventos grandiosos são uma grande evolução em relação ao que o Bellator fazia há um ano. Isso será algo que acontecerá uma vez por ano, uma extravagância com kickboxing e MMA. Isso levará a produção, audiência e presença de público a um nível diferente”, disse o dirigente, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

O Bellator Dynamite contará como atração principal o combate entre Tito Ortiz e Liam McGeary, válido pelo cinturão dos meio-pesados. Na mesma noite, haverá um mini-GP na categoria até 93 kg, com Phil Davis, Emanuel Newton, King Mo e Linton Vassell fazendo duas lutas para definir quem será o próximo desafiante pelo título.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments