Ex-lutador do UFC defende Ludwig de acusações de racismo

Anthony Njokuani conhece treinador há mais de 20 anos e afirmou que nunca o viu se comportando de maneira controversa perto dele

Njokuani (foto) saiu em defesa de Ludwig. Foto: Divulgação/UFC

Njokuani (foto) saiu em defesa de Ludwig. Foto: Divulgação/UFC

Veja Também

Faber acusa Ludwig de racismo, extorsão e preconceito contra mulheres
Ludwig nega acusações de Faber: ‘Não sei do que ele está falando’
Ex-treinador critica Team Alpha Male e enaltece Dillashaw: ‘É o único de lá que quer ser campeão’

No início da semana, o lutador do UFC Urijah Faber causou polêmica ao revelar que Duane Ludwig, ex-atleta e que atuava como treinador principal de sua academia, a Team Alpha Male, se comportava de maneira racista e misógina com os demais atletas do time. Isso ainda causa repercussão, já que um dos conhecidos de Ludwig veio a público defendê-lo das acusações feitas.

Ex-lutador do UFC, Anthony Njokuani se mostrou surpreso com as palavras de Faber e afirmou que nunca viu Ludwig agir desta maneira em mais de 20 anos de amizade entre eles. “É malucou ouvir que ele foi rotulado como uma racista e valentão. Eu o conheço por mais de 20 anos e nunca testemunhei ele agindo dessa forma. Ele é um ser humano muito carinhoso e respeitável. Nunca o vi agindo desta forma com ninguém”, defendeu Njokuani, em depoimento publicado em seu Facebook pessoal.

Norte-americano nascido na Nigéria, Njokuani fez oito lutas no UFC, com três vitórias e cinco derrotas – inclusive uma para o atual campeão dos leves, Rafael dos Anjos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments