Ronda sonha alto e quer ser campeã no boxe, jiu-jitsu e telecatch

Principal nome do MMA na atualidade, campeã do UFC já tem uma medalha olímpica em seu currículo, mas quer mais

Ronda (foto) vem de cinco defesas de cinturão consecutivas. Foto: Josh Hedges/UFC

Ronda (foto) quer ser a “melhor do mundo em tudo. Foto: Josh Hedges/UFC

Com apenas 21 anos, Ronda Rousey chegou ao que muitos atletas consideram o ápice esportivo e conquistou uma medalha olímpica no judô, nos Jogos de Pequim em 2008. Após deixar o quimono, a loira migrou para o MMA, se tornou campeã do UFC e a maior estrela da modalidade. Mas se engana quem pensa que ela já se dá por satisfeita. Em entrevista, Ronda revelou que sonha com pelo menos outros três títulos para sua galeria.

Veja Também

Namajunas substitui Calderwood e enfrenta VanZant no UFC FN 81
Brock Lesnar vence Undertaker no telecatch, mas leva 9 pontos na cabeça
Evento ‘encosta’ indiano e busca novo oponente de Fedor
Belfort recebe visita de candidato a presidência dos EUA

“Eu quero ser lembrada como uma das melhores lutadoras de qualquer esporte. O que eu adoraria fazer…Eu já tenho uma medalha olímpica… Gostaria, então, de me aposentar do MMA como uma das melhores de todos os tempos e ter a chance de ser campeã mundial de boxe. Também gostaria de ter a chance de ser campeã mundial de jiu-jitsu e de ser campeã do WWE (principal evento de pro-wrestling, ou telecatch, dos Estados Unidos). Adoraria ser a melhor em tudo um dia”, disse Ronda, durante evento com a imprensa em sua academia nesta terça-feira (27).

Para cumprir seus objetivos, entretanto, a campeã terá que encontrar tempo em sua já lotada agenda, já que ela é uma das campeãs mais ativas do plantel do UFC, está diariamente em compromissos com a imprensa e programas de TV, e tem investido também em sua carreira de atriz – tendo participando, inclusive, de franquias de sucesso, como “Velozes e Furiosos” e “Os Mercenários”.

Com um cartel profissional de 12 vitórias e nenhuma derrota no MMA profissional, Ronda Rousey volta ao octógono no próximo dia 14 de novembro. Na data, a campeã peso galo feminina coloca seu cinturão em jogo contra a também invicta desafiante Holly Holm na luta principal do UFC 193. O evento será realizado em um estádio de futebol com capacidade para mais de 70 mil torcedores, em Melbourne, Austrália.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments