Vídeo: Lutador que imitou McGregor nos treinos de Aldo analisa o UFC 194

Multicampeão no cenário nacional, Jonas Bilharinho diz que campeão está afiado para despachar irlandês: ‘Depois da luta, ninguém vai lembrar dessa palhaçada toda’

Ex-campeão do Jungle Fight, Bilharinho (dir.) foi sparring de Aldo (esq.) para luta com McGregor. Foto: reprodução

Ex-campeão do Jungle Fight, Bilharinho (dir.) foi sparring de Aldo (esq.) para luta com McGregor. Foto: reprodução

José Aldo passou por uma preparação longa e intensa para a luta contra Conor McGregor, neste sábado (12), na atração principal do UFC 194. Para não ser surpreendido pelo jogo do rival, o campeão linear dos penas contou com um auxílio especial: Jonas Bilharinho, responsável por simular o estilo de McGregor durante os treinos de Aldo.

Veja Também

Aldo e McGregor adotam ‘clima zen’ em primeiro encontro na semana do UFC 194
McGregor diz que contou com ‘espiões’ no treino de Aldo
Na chegada a Las Vegas, Aldo garante: ‘A vitória sobre McGregor é certa’

Bilharinho tem currículo vitorioso no cenário do MMA nacional, com dois títulos no Jungle Fight (nas categorias de galos e penas) e, mais recentemente, no Primeiro Round Combat. O promissor atleta participou de um bate-papo exclusivo com o SUPER LUTAS e afirmou que o brasileiro está totalmente preparado para sair do octógono com mais uma vitória.

“Só posso adiantar uma coisa: nocaute ou finalização, tanto faz. O Conor McGregor vai estar com um problema na mão em cada ambiente, em cada momento da luta. Se você pensar isoladamente, o Aldo é melhor em todos os fatores do combate: em pé há um fator de equilíbrio, mas ainda acho ele melhor. Agora, se você pegar experiência, queixo, gás, chão, wrestling, o Aldo é muito superior. O Aldo está indo com muito recurso para essa luta”, declarou Bilharinho.

Mais do que emular o estilo de luta de McGregor, Jonas se atentou aos detalhes a respeito do irlandês, como sua postura de luta, movimentação e até mesmo as provocações. “Os movimentos que o McGregor faz não são novidade. Eu vejo gente fazendo isso há tempos. Como eu sempre fico de olho nos atletas da minha categoria, eu já vinha estudando seu jogo, então não foi difícil imitá-lo. O desafio foi imitar seu jogo psicológico, onde ele realmente é bom. Nos treinos eu provocava o Aldo, xingava, e quando ele me atingia, diminuía o golpe”, explicou.

Justamente por ter contribuído no preparo de Aldo para as provocações da luta, Bilharinho acredita que o campeão dos penas não irá se desestabilizar mentalmente com o rival. “O Aldo não é um cara que sente pressão. Ele é muito bem preparado em todos os quesitos, principalmente psicologicamente. Ele tá nessa estrada há muito tempo, e ele nunca chegou a comentar ou reclamar de nada. Ele nunca abriu a boca para falar do McGregor nos treinos – ele é só um número para o Aldo. Vai ser mais uma luta e mais uma vitória para o Aldo. Depois que essa luta passar, ninguém vai lembrar dessa palhaçada toda”, opinou. “Meu único medo dessa luta é o Aldo matá-lo e eu não poder bater nele depois.”

Confira na íntegra o bate-papo exclusivo com Jonas Bilharinho:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments