Presidente do Rizin promete ir atrás de Wand por luta contra Fedor

Nobuyuki Sakakibara disse que irá aos Estados Unidos negociar com o brasileiro nos próximos dias

Wand (foto) fez novas críticas ao Ultimate. Foto: Reprodução/YouTube

Wand (foto) está na mira do Novo PRIDE. Foto: Reprodução/YouTube

Recentemente, a notícia de que Wanderlei Silva poderia assinar com o Rizin, evento que vem sendo chamado de “Novo PRIDE”, e enfrentar ninguém menos que o lendário Fedor Emelianenko pegou o mundo do MMA de surpresa. O presidente da organização, Nobuyuki Sakakibara, confirmou a intenção de contratar Wand e aumentou ainda mais a esperança dos fãs dos grandes eventos japoneses pela superluta.

Veja Também

GSP revela que recebeu ofertas para voltar ao UFC, mas justifica aposentadoria
Ex-lutadores do UFC, Miller e Barnatt duelam por cinturão na Itália
Dos Anjos provoca McGregor: ‘Finalmente o UFC me deu uma luta fácil’

“Vou visitar os Estados Unidos este mês e irei encontrar o Wanderlei. Ele é um lutador que não é interessante apenas para o Rizin, mas para os fãs de esporte de combate em geral. Nosso trabalho é atender os desejos dos nossos espectadores. Existe essa possibilidade (da luta entre Wand e Fedor ser realizada). Se o número de pessoas que desejam ver essa luta for realmente incrível, iremos fazer esforços para assegurar que ela aconteça”, disse Sakakibara, em entrevista ao site russo “Tass”.

Sem lutar desde 2013, quando derrotou Brian Stann, Wanderlei Silva atualmente está suspenso pela Comissão Atlética de Nevada e banido do MMA no estado, e consequentemente dos principais palcos do esporte nos Estados Unidos, Porém, o brasileiro recentemente foi liberado pelo UFC de seu contrato com a organização e, teoricamente, está liberado para atuar no Japão, onde as artes marciais mistas não possuem regulamentação.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments