Liberado pelo UFC e com suspensão reduzida, Wand assina contrato com o Bellator

Segundo canal norte-americano ESPN, brasileiro assinou contrato de "múltiplas lutas" com o evento rival do UFC

Wanderlei (foto) agora é atleta do Bellator. Foto: Josh Hedges/UFC

Wanderlei (foto) agora é atleta do Bellator. Foto: Josh Hedges/UFC

Parecia o fim da linha para Wanderlei Silva. Banido eternamente pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC) após fugir de um exame antidoping, o “Cachorro Louco” chegou a anunciar sua aposentadoria. Porém, o brasileiro teve sua pena reduzida, foi liberado de seu contrato pelo UFC e agora, em uma reviravolta na história, assinou contrato com o Bellator, maior rival de seu ex-evento.

Veja Também

Vídeo: Ex-UFC Fábio Maldonado tem vitória polêmica em seu retorno ao boxe
Anderson desabafa após derrota: ‘Queriam que eu tivesse assassinado meu adversário’
Bisping dispara e ultrapassa Anderson em ranking do UFC
Giro SUPER LUTAS #15: Derrota de Anderson | Dos Anjos fora do UFC 196 | Game do UFC e mais

A informação foi divulgada pelo canal de TV norte-americano “ESPN”. Segundo a publicação, Wand assinou um acordo de “múltiplas lutas” com o evento que pertence ao grupo Viacom e é presidido pelo ex-mandatária do Strikeforce Scott Coker. Os valores ou mesmo o número de combates do contrato de Wand não foram divulgados.

A organização do Bellator não deu maiores detalhes sobre quando ou onde a estreia de Wand no cage circular acontecerá. Tecnicamente, como está suspenso somente em Nevada, Silva poderia atuar fora do estado, basicamente em qualquer palco que não seja Las Vegas. Porém, tal situação poderia ser interpretada como uma tentativa de violação da suspensão aplicada pela NSAC, cujo regimento orienta as decisões de grande parte dos órgãos regulamentadores nos Estados Unidos.

Sem lutar desde 2013, quando derrotou Brian Stann, Wanderlei Silva atualmente está suspenso pela Comissão Atlética de Nevada até 2017. Ex-campeão do extinto PRIDE, o Cachorro Louco tem um cartel profissional de 35 vitórias, 12 derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments