Namorado de Miesha ataca Thominhas, que rebate: 'Minha provocação é dentro do octógono' | SUPER LUTAS

AO VIVO

Siga o UFC Ilha da Luta 8. AO VIVO

Namorado de Miesha ataca Thominhas, que rebate: ‘Minha provocação é dentro do octógono’

Norte-americano disse que brasileiro é protegido pelo UFC, que tem se esforçado para que luta entre eles não saia do papel

Thominhas (esq.) e Caraway (dir.), clima esquentou nos microfones. Foto: Produção SUPER LUTAS (Josh Hedges/UFC)

Thominhas (esq.) e Caraway (dir.), clima esquentou nos microfones. Foto: Produção SUPER LUTAS (Josh Hedges/UFC)

Respectivamente sétimo e oitavo colocados no ranking da categoria peso galo do Ultimate, Thominhas Almeida e Bryan Caraway acirraram sua rivalidade nos últimos dias e trocaram farpas publicamente. Primeiro, o norte-americano, namorado da campeã peso galo feminina Miesha Tate, acusou o brasileiro de ser “protegido” pelo UFC, que vetou uma possível luta entre eles.

Veja Também

“O camp do Thomas Almeida, seu empresário, queria uma luta comigo. Ele chamou seu empresário, e eles queria lutar comigo. Nós dois queremos essa luta, e eu não se ele está apenas desistindo, se está com medo ou se o UFC está protegendo ele, porque eles não vão deixar eles lutarem comigo. Nós dois queríamos essa luta, e o UFC basicamente disse: ‘Não, isso não vai acontecer’”, disse Caraway, em entrevista ao site “MMA Junkie”.

A resposta de Thominhas veio no mesmo tom, mas deixando para o Ultimate a decisão de casar o duelo entre eles. “Quem tem boca fala o que quer. Isso não me abala, deixa ele falar. A verdade não é essa (que sou protegido pelo UFC). O UFC é uma empresa, que quer show, retorno. Se achar que a luta é boa, vão colocar. Fico na espera. A provocação faz parte do esporte para promover as lutas, mas eu não gosto muito. Minha provocação é dentro do octógono, na hora que fecha a jaula e começa a luta. Mas eu a encaro com naturalidade. Se tudo der certo, a resposta vem na prática, que é mais fácil. É melhor do que ficar na teoria (risos)”, rebateu.

Aos 24 anos, Thominhas Almeida tem um cartel profissional invicto de 20 lutas e 20 vitórias. O atleta da Chute Boxe-Diego Lima tem quatro vitórias no Ultimate, três delas por nocaute ou nocaute técnico. Já Bryan Caraway, de 31 anos, possui um retrospecto profissional de 20 vitórias e sete derrotas no MMA. O norte-americano vem de vitória sobre Eddie Wineland em julho do ano passado.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments