Dana diz que Miesha pode defender cinturão no UFC 200

Dirigente, no entanto, não deixou claro se a adversária da atual campeã seria Ronda Rousey ou Holly Holm

Miesha posa com o cinturão peso galo feminino do UFC. Foto: Jeff Bottari/UFC

Miesha posa com o cinturão peso galo feminino do UFC. Foto: Jeff Bottari/UFC

Miesha Tate conquistou o cinturão peso galo feminino do Ultimate no último dia 5 de março, mas já pode colocá-lo em jogo pela primeira vez no UFC 200, em julho. Quem garante é o presidente Dana White, que falou sobre a possibilidade do título feminino ser posto em disputa no histórico card.

Veja Também

Dana White promete anúncio bombástico para o UFC 200
Após derrota, ‘queridinho’ Sage Northcutt volta no UFC 200
White: ‘Depois do UFC 200, McGregor defenderá o cinturão dos penas’

“Vão haver algumas lutas femininas no UFC 200. Na verdade, duas ou três, talvez. Pode ser que uma delas seja uma disputa de título”, disse o dirigente, em entrevista ao programa “Sportscenter”, do canal norte-americano “ESPN”.

Apesar de não ter citado nominalmente Miesha Tate, fica claro que Dana se referia à campeã peso galo, isso porque a detentora do título peso palha Joanna Jedrzejczyk colocará seu cinturão em jogo um dia antes do UFC 200, 8 de julho, no TUF 23 Finale, diante da desafiante brasileira Claudinha Gadelha.

Logo após a conquista do título por Miesha, Dana White confirmou que a primeira desafiante da nova campeã seria Ronda Rousey. Porém, a judoca vem dizendo que só voltará a lutar em novembro. Caso Ronda não mude de opinião, uma revanche imediata contra Holly Holm também é uma possibilidade.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments