UFC se diz ‘desapontado’ por prisão de Jon Jones, mas garante luta contra Cormier

Organização lamentou nova polêmica envolvendo o lutador e pediu respeito às decisões do juiz do caso

Jones (esq.) se envolveu em mais uma polêmica. Foto: Divulgação

Jones (esq.) se envolveu em mais uma polêmica. Foto: Divulgação

Preso por violar sua liberdade condicional, o ex-campeão do UFC Jon Jones acertou os termos de sua saída no tribunal nesta quinta-feira (31), incluindo novas punições decorrentes do recente episódio. A nova polêmica de Jones foi comentada pelo Ultimate, mas o lutador escapou com uma “advertência” da organização, que, apesar de recriminá-lo, confirmou sua luta contra Daniel Cormier no UFC 197.

Veja Também

Jones acerta liberação da cadeia e recebe novas punições
Dana White promete anúncio bombástico para o UFC 200
Diaz critica revanche com McGregor: ‘É uma bagunça’

“O UFC respeita a decisão tomada hoje pelo Juiz Michael E. Martinez na Segunda Corte Judicial do Novo México, a cerca dos termos de condicional do caso envolvendo Jon Jones. A organização está desapontada por saber que Jones foi citado por diversas infrações de trânsito na última semana, assim como também fica preocupada com a natureza e o tom de parte da conversa entre Jones e o oficial de polícia. Ainda assim, o UFC respeita o direito de Jones contestar as infrações de trânsito citadas na corte e receber um julgamento justo no caso. A luta planejada para Jones no dia 23 de abril seguirá acontecendo como planejado. Entretanto, Jones compreende que o UFC espera que ele coopere integralmente com os termos de sua liberdade condicional tal qual definido pelo Juiz Martinez”, disse a organização em nota oficial.

Após ter seu título retirado pelo Ultimate devido ao acidente de trânsito no qual se envolveu em 2015 e do qual fugiu sem prestar socorro à vítima, uma mulher grávida que fraturou o braço, Jon Jones volta ao octógono no próximo dia 23 de abril. Jones enfrentará o atual campeão dos meio-pesados Daniel Cormier, justamente seu adversário em sua última defesa de cinturão, na tentativa de recuperar o título.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments