1º de abril do MMA tem falsa aposentadoria e superluta entre BJ e GSP | SUPER LUTAS

1º de abril do MMA tem falsa aposentadoria e superluta entre BJ e GSP

Alexander Gustafsson disse que está parando de lutar; já Penn garantiu que esta voltando para trilogia contra St. Pierre

Gustafsson (esq.) e Penn (dir.) tentaram enganar os fãs no 1º de abril. Foto: Produçaõ SUPER LUTAS (Divulgação)

Gustafsson (esq.) e Penn (dir.) tentaram enganar os fãs no 1º de abril. Foto: Produçaõ SUPER LUTAS (Divulgação)

No dia Primeiro de Abril, o mundo do MMA usualmente é tomado por pegadinhas, algumas que nitidamente são falsas e outras que no passado chegaram até a ganhar as manchetes de algumas publicações ao redor do planeta. Em 2016 não está sendo diferente e os lutadores apostaram em estratégias diferentes para “enganar” os fãs.

Veja Também

O sueco Alexander Gustafsson, duas vezes desafiante ao título dos meio-pesados, resolveu “anunciar sua aposentadoria”. “É com tristeza que eu anuncio minha aposentadoria do MMA e do UFC. Eu tive um ano difícil em 2015, com maus resultados e perdi minha motivação para os treinos e o esporte. O fator principal da minha decisão foi minha última lesão, a qual examinei hoje e descobri que precisarei de uma cirurgia e ficarei longe dos treinos por mais de um ano. É muito triste deixar o esporte agora que parece bem fácil conseguir um cinturão interino, especialmente porque eu nunca tive a chance de ganhar o cinturão real. Mas a vida não acabou, eu continuarei tirando fotos de garoto comportado para a ‘Carlings’, o que eu gosto. A marca Bad Boy lançou minha linha de camisas personalizadas e disse que seu eu me tornar um bad boy de verdade como o Jon Jones eles vão assinar comigo pelo resto da vida, o que, na minha opinião, funciona pra algumas pessoas”, escreveu o lutador.

Na linha oposta, o ex-campeão de duas categorias BJ Penn resolveu anunciar que está voltando de sua aposentadoria, e em grande estilo. Por meio de seu site oficial, BJ disse que foi confirmado contra o ex-campeão dos meio-médios Georges St. Pierre, contra quem já lutou duas vezes no passado, no histórico card do UFC 200. Além disso, Penn garantiu que a luta aconteceria na categoria de pesos leves (até 70,3 kg), na qual GSP jamais atuou em sua carreira.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments