UFC-121: Velasquez nocauteia Lesnar e conquista cinturão

Velasquez nocauteia Lesnar e conquista cinturão

Festa mexicana em Anaheim, na Califórnia. Cain Velasquez fez a alegria do público latino, que lotou as cadeiras do Honda Center, ao se sagrar o novo campeão dos pesos pesados do UFC. O lutador norte-americano de ascendência mexicana, não tomou conhecimento de Brock Lesnar e nocauteou o antigo dono do cinturão ainda no primeiro round. O duelo foi a atração principal do UFC-121, evento realizado neste sábado (23), nos Estados Unidos. O show ainda contou com dois brasileiros em ação, que acabaram derrotados em seus combates. Gabriel Napão não se encontrou diante de Brendan Schaub e Paulo Thiago foi superado por Diego Sanchez.

Velasquez nocauteia Lesnar e conquista cinturão
Em um combate muito movimentado, Cain Velasquez mostrou velocidade, explosão e absorção de golpes para se sagrar no novo dono do cinturão dos pesos pesados do UFC. Logo no inicio da luta, Lesnar partiu para o ataque com uma boa joelhada e golpes de boxe, atingindo Velasquez que se defendeu bem, mas não evitou ser derrubado. Porém, Cain se levantou rápido e partiu para o ataque. Mostrando seu arsenal de socos, o atleta de ascendência mexicana conectou golpes no rosto de Lesnar que sentiu e foi derrubado. A partir deste momento, um castigo incrível com socos por cima puniu Brock até a interrupção do árbitro Herb Dean, que decretou nocaute técnico aos 4m12s do primeiro assalto. Com o resultado, Velasquez conquista o cinturão do UFC e amplia sua invencibilidade para nove vitórias. Já Lesnar conhece sua segunda derrota na carreira em sete lutas.

PUBLICIDADE:


Shields derrota
Kampmann e estréia com vitória
O ex-campeão do Strikeforce, Jake Shields estreou com pé direito no UFC. O norte-americano fez um duelo muito equilibrado diante do dinamarquês Martin Kampmann. Shields fez valer seu ótimo arsenal de quedas para derrubar o atleta europeu e trabalhar no solo com golpes por cima. A história se repetiu no segundo assalto, porém, na metade final do round, o atleta norte-americano já sentia o cansaço e Kampmann conseguiu se recuperar. No terceiro e decisivo assalto, o atleta dinamarquês controlou bem o combate, evitando as quedas e trabalhando com golpes na trocação, mas já era tarde para uma recuperação. No final, vitória de Jake Shields na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)


Diego Sanchez vence
Paulo Thiago
Em um combate muito movimentado e com boas alternâncias, o brasileiro Paulo Thiago e o norte-americano Diego Sanchez proporcionaram ao público um duelo emocionante. O atleta tupiniquim começou melhor a luta, usando sua envergadura para golpear com jogo de boxe e sua técnica de judô para derrubar Diego, de onde puniu o adversário com socos e tentativas de finalização. Porém, no segundo assalto, Sanchez mudou a estratégia e partiu em busca do jogo de chão. O norte-americano usou seu wrestling para derrubar o brazuca e castigar com fortes golpes no ground and pound. No último e decisivo round, Sanchez manteve a estratégia de evitar a trocação e atacou as penas do brazuca, que foi levado ao solo e se defendeu dos potentes socos da guarda, mas no final, vitória de Diego Sanchez na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-28, 29-28)

PUBLICIDADE:

 

“Aluno” Matt Hamill supera “mestre” Tito Ortiz

PUBLICIDADE:

Na terceira edição do The Ultimate Fighter, Tito Ortiz foi professor de Matt Hamill no reality show, mas na noite de hoje, Matt comprovou que o discípulo superou o mestre. Hamill mostrando bom vigor físico, conectou mais golpes e usou o wrestling, conhecida arma de Ortiz, para derrubar Tito e castigar o ex-campeão com socos por cima. Após dois assaltos de desvantagem, Tito partiu para o ataque no último round, mas já era tarde. No final, vitória de Matt Hamill na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Brendan Schaub vence Gabriel “Napão”

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Gabriel “Napão” não se encontrou diante de Brendan Schaub. O norte-americano mostrou muita velocidade para entrar e sair do raio de ação com bons golpes de boxe, enquanto o atleta tupiniquim não conseguia acertar o adversário. Faltando poucos segundos para o fim do primeiro round, Schaub levou Napão a knockdown, mas o faixa-preta brazuca foi salvo pelo gongo. Nos dois assaltos seguintes, Brendan novamente controlou as ações, conectando mais golpes e venceu na decisão unânime dos juízes. (30-27, 30-27, 30-27). Confira os resultados completos do evento

PUBLICIDADE:

 

Card Principal

Cain Velasquez derrotou Brock Lesnar por nocaute técnico no R1;

Jake Shields derrotou Martin Kampmann na decisão dividida dos juízes;

Diego Sanchez derrotou Paulo Thiago na decisão unânime dos juízes;

Matt Hamill derrotou Tito Ortiz na decisão unânime dos juízes;

Brendan Schaub derrotou Gabriel “Napão” na decisão unânime dos juízes;

 

Card Preliminar

Court McGee finalizou Ryan Jensen com um triângulo no R3;

Tom Lawlor derrotou Patrick Cote na decisão unânime dos juízes;

Sam Stout derrotou Paul Taylor na decisão dividida dos juízes;

Daniel Roberts finalizou Mike Guymon com uma anaconda no R1;

Chris Camozzi derrotou Dongi Yang na decisão dividida dos juízes;

Jon Madsen derrotou Gilbert Yvel por nocaute técnico no R1;


VEJA TAMBÉM
Cain Velasquez fatura bônus por melhor nocaute no UFC-121
Video: Brock Lesnar vs. Cain Velasquez

Risco para Charles do Bronx no UFC?



Comentários

Deixe um comentário

Resultados do UFC Las Vegas 87 Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86