Empresário de Miesha nega recusa a Holm: ‘Luta nunca foi oferecida’

Josh Jones desmente declaração de agente da ex-campeã e afirma que Amanda Nunes era a melhor atleta disponível

Miesha posa com o cinturão peso galo feminino do UFC. Foto: Jeff Bottari/UFC

Miesha posa com o cinturão peso galo feminino do UFC. Foto: Jeff Bottari/UFC

O empresário da campeã peso galo do UFC, Miesha Tate, veio a público para desmentir os rumores de que sua cliente teria recusado uma revanche com Holly Holm para o UFC 200, evento que será realizado no dia 9 de julho, em Las Vegas (EUA).

Veja Também

Empresário: Miesha recusou revanche com Holm no UFC 200
Miesha Tate gostaria de enfrentar Cris Cyborg no UFC: ‘Estou aberta a essa luta’
Após perder o cinturão, Holm volta para academia e treina defesa de mata-leão

Lenny Fresquez, agente da ex-campeã, revelou em entrevista que o UFC propôs uma revanche imediata à luta que ocorreu no dia 5 de março, mas que a nova detentora do título teria optado por enfrentar Amanda Nunes. Josh Jones, que ciuda da carreira de Miesha, negou veementemente.

“Uma luta com Holly Holm nunca foi discutida quando nos encontramos com o UFC. Todos nós concordamos que Miesha deveria enfrentar a melhor disponível, e, no momento, é Amanda Nunes, que vem de três vitórias seguidas”, esclareceu, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Em março, Holm fazia sua primeira defesa de título diante de Tate. No último round, quando levava vantagem na pontuação, a então campeã acabou pega em um mata-leão e foi finalizada.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments