Colega de McGregor nocauteia e deixa oponente em estado grave

Charlie Ward, parceiro do campeão do UFC na equipe Straight Blast Gym, derrotou lutador português, que foi encaminhado ao hospital

Ward (esq.) venceu Carvalho (dir.) e situação ficou preocupante. Foto: Reprodução

Ward (esq.) venceu Carvalho (dir.) e situação ficou preocupante. Foto: Reprodução

Uma situação preocupante marcou o evento Total Extreme Fighting 1, realizado na cidade de Dublin, na Irlanda, no último sábado (9). Charlie Ward, colega de equipe de Conor McGregor na academia Straight Blast Gym, deixou o português João Carvalho em estado crítico depois de vencê-lo por nocaute técnico no terceiro round.

Veja Também

White: ‘Depois do UFC 200, McGregor defenderá o cinturão dos penas’
Edgar acredita que McGregor não voltará aos penas
Empresário admite: McGregor está ‘obcecado’ por revanche com Diaz

O combate, realizado na categoria dos meio-médios (até 77 kg), foi definido com uma série de golpes de Ward, enquanto que Carvalho pouco conseguia resistir. A cena em si não foi incomum em relação aos demais nocautes no MMA (confira o vídeo abaixo), e o português não apresentou problemas nos exames realizados imediatamente após a luta.

Porém, cerca de 20 minutos depois, Carvalho começou a passar mal e foi transportado a um hospital, onde permanece internado. “Nossos pensamentos estão com João Carvalho e sua família. Seu bem-estar é nosso foco principal no momento, mas vamos trazer novidades sobre a situação de João quando tudo ficar mais claro”, disse Cesar Silva, diretor executivo do Total Extreme Fighting.

McGregor, que estava no local para apoiar seus parceiros de treino, deu seu parecer ao site “MMA Connect TV”: “Achei que a luta poderia ter sido parada um pouco mais cedo do que foi. Acho que esses árbitros precisam estar mais em cima do lance”, analisou.

Confira o vídeo da luta:

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments