Lutador morre após sofrer nocaute para parceiro de McGregor

João Carvalho tinha 28 anos e, mesmo após fazer cirurgia no cérebro após a luta, não resistiu aos ferimentos

Nóbrega tinha 28 anos e não resistiu aos ferimentos do nocaute. Foto: Reprodução

Nóbrega tinha 28 anos e não resistiu aos ferimentos do nocaute. Foto: Reprodução

Nocauteado no evento Total Extreme Fighting, no último sábado (9), o lutador de MMA João Carvalho não resistiu aos ferimentos e morreu após cerca de 48 horas internado em um hospital na cidade de Dublin, na Irlanda, local da atração.

Veja Também

Colega de McGregor nocauteia e deixa oponente em estado grave
Jones destaca passado polêmico de policial que o abordou
‘Tenho certeza de que seria uma boa campeã’, confia Amanda Nunes

Carvalho, que tinha 28 anos de idade e fazia sua terceira luta profissional, perdeu por nocaute técnico para Charlie Ward, parceiro do campeão do UFC, Conor McGregor, na equipe Straight Blast Gym.

O anúncio oficial foi feito pela equipe de Carvalho, a academia Nóbrega Team. “A Nóbrega Team vem desta forma confirmar o falecimento de seu atleta João Carvalho, que ocorreu ontem [11] à noite no Hospital Beaumont, em Dublin, pelas 21h35. É com grande consternação e tristeza que escrevemos estas palavras, informando que o óbito do atleta João Carvalho aconteceu depois de 48 horas em estado crítico”, postou a equipe, em sua página oficial no Facebook.

A equipe do lutador português esclareceu alguns fatos e isentou o evento de culpa. “Foram cumpridas todas as regras de segurança, e após um combate onde a arbitragem seguiu todos os procedimentos corretos e habituais, o atleta João ‘Rafeiro’ Carvalho sentiu-se mal, cerca de 20 minutos depois do final do combate.

Ainda no local foi imediatamente assistido pela equipa médica presente, sendo depois transportado rapidamente para o Hospital Beaumont, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica cerebral, após a qual o atleta permaneceu em estado crítico durante as 48 horas seguintes, acabando por falecer nesta segunda-feira às 21h35”, continuou.

McGregor, que estava no local para apoiar seus parceiros de treino, deu seu parecer ao site “MMA Connect TV”: “Achei que a luta poderia ter sido parada um pouco mais cedo do que foi. Acho que esses árbitros precisam estar mais em cima do lance”, analisou.

Confira o vídeo da luta:

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments