Diego Brandão é preso após agredir homem com arma

Lutador brasileiro foi detido na última sexta (15) depois de se desentender com funcionários de uma boate de strip-tease nos Estados Unidos

Brandão foi preso na última sexta-feira (15). Foto: Reprodução

Brandão foi preso na última sexta-feira (15). Foto: Reprodução

O inferno astral do lutador brasileiro Diego Brandão ganhou mais um capítulo no fim da última semana. O cearense foi preso na cidade de Albuquerque, nos Estados Unidos, após supostamente agredir um funcionário de uma boate de strip-tease na última sexta-feira (15).

Veja Também

Diego Brandão cai em armadilha e é finalizado no UFC 195
Brandão é suspenso temporariamente por uso de maconha
Jones acerta liberação da cadeia e recebe novas punições

Segundo o veículo norte-americano “Albuquerque Journal”, Brandão se desentendeu com o DJ do local depois de deixar o estabelecimento e tentar retornar para dentro logo em seguida. Devido ao seu comportamento, o brasileiro foi impedido de retornar, o que o teria deixado irritado.

Ainda de acordo com o relato, Diego, então, voltou ao local com uma arma em punho e a apontou para um homem. Em seguida, o lutador teria dado uma pancada com a arma no traseiro de um funcionário da boate, voltou a apontá-la para fugir da cena logo em seguida. Assim, o cearense foi detido sob a acusação de agressão grave com uma arma letal. Sua fiança está estabelecida em US$ 15 mil.

Brandão é atleta do UFC desde 2011, quando entrou na organização ao conquistar o título do reality show The Ultimate Fighter 14. O cearense é parceiro de treinos do ex-campeão da organização Jon Jones, que recentemente também se envolveu com diversos problemas com a lei em Albuquerque.

Em seu último combate no octógono, Brandão foi finalizado por Brian Ortega, acumulando sua quarta derrota no UFC (contra seis vitórias). Para piorar, ele foi flagrado no exame antidoping na noite da luta com traços de maconha.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments