Campeão dos moscas discorda de McGregor: 'Quando o UFC pede, nunca nego' | SUPER LUTAS

Campeão dos moscas discorda de McGregor: ‘Quando o UFC pede, nunca nego’

Demetrious Johnson diz que parte promocional faz parte das obrigações de um lutador, mas evita criticar postura do irlandês

DJ (foto) é o campeão dos moscas do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

DJ (foto) é o campeão dos moscas do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Depois de Conor McGregor se manifestar oficialmente a respeito de sua saída do UFC 200, diversos outros lutadores do Ultimate deram sua opinião a respeito do controverso episódio. O campeão dos moscas do UFC, Demetrious Johnson, afirmou que o irlandês tem total direito de se posicionar da maneira que acha correto, mas que, em sua opinião, o UFC teve razão em retirá-lo da atração de julho.

Veja Também

O UFC irá realizar, na sexta-feira (22), uma coletiva de imprensa com os protagonistas do UFC 200 para promover o evento. McGregor se negou a participar, já que pretende permanecer na Islândia realizando seus treinamentos. O Ultimate, então, retirou o irlandês da atração.

Em entrevista coletiva reproduzida pelo site “MMA Junkie”, Johnson afirmou que, por mais cansativa que pode ser a rotina de promoção de eventos, se trata algo que faz parte das obrigações de um lutador. “Se eu concordo com isso? Veja bem, eu já viajei para a Austrália para atuar como treinador. Viajei de Seattle para Los Angeles, Los Angeles a Sydney, Sydney a Brisbane, Brisbane a Melbourne, Melbourne a Sydney, Sydney a Los Angeles, Los Angeles a Seattle, e depois treinei por seis semanas. Fiz a mesma coisa e depois lutei. É assim que ganho dinheiro, é assim que pago minhas contas. Sempre que o UFC me pede essas coisas, eu nunca neguei”, comentou o lutador.

Johnson, no entanto, evitou criticar McGregor pela decisão, já que, em sua opinião, o irlandês tem o direito de fazer o que julga ser correto. “O lado bom é que o UFC disse: ‘Viu, se você não vier à coletiva, nós vamos te tirar do evento’. E Conor respondeu: ‘Ótimo, obrigado pelo dinheiro. Estou fora’. Cada um está fazendo o que tem direito”, analisou.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments