McGregor quebra silêncio, culpa agenda promocional por ‘surto’ e garante: ‘Não estou aposentado!’

Irlandês disse que tentou negociar redução em suas obrigações promocionais com o Ultimate, mas teve seu pedido negado pelo evento

Conor (foto) defenderá o cinturão dos penas só depois do UFC 200. Foto: Divulgação

Conor (foto) usou as redes sociais para desabafar. Foto: Divulgação

Após chocar o mundo do MMA com o anúncio de que estaria se aposentando prematuramente e, posteriormente, ser cortado da luta principal do UFC 200, Conor McGregor finalmente resolveu quebrar o silêncio e apresentar a sua versão para os fatos que agitaram o esporte nos últimos dias. Em um longo desabafo publicado no Facebook, Conor culpou os inúmeros compromissos promocionais por sua decisão e fez questão de dizer que não pendurou suas luvas – pelo menos no que tange seu contrato com o UFC e as possíveis implicações desta decisão com a USADA.

Veja Também

Entenda a polêmica que culminou com a saída de McGregor do UFC 200
Dana garante que McGregor não terá vida fácil se quiser voltar ao UFC
Vídeo: ‘Aposentado’, McGregor treina firme na Islândia
Dana ameaça tirar cinturão de McGregor, mas aceitaria reintegrá-lo ao UFC 200
‘Adeus’ de McGregor ao MMA bate recorde entre esportistas no Twitter

“Eu só estou tentando fazer o meu trabalho e lutar. Eu sou pago para lutar, eu não sou pago para promover. Eu me perdi no jogo de promoção e esqueci da arte de lutar. São 50 turnês mundiais, 200 coletivas de imprensa, um milhão de entrevistas, dois milhões de fotos e, no fim de tudo, eu estou levando um gancho de esquerda na frente de um monte de lentes, enfrentando a derrota de frente e não pensando em nada além da minha preparação incorreta para a luta. Muitas distrações me levaram a isso”, disse o irlandês, em um trecho da declaração.

“Eu ainda estou pronto para lutar no UFC 200”, ele prosseguiu. “Eu vou oferecer, como eu já fiz, voar para Nova York na grande coletiva de imprensa que está agendada e então voltar para treinar. Sem distrações. Se isso não é o suficiente ou se eles acham que eu não mereço descanso dessa promoção pelo menos nessa única vez, então eu não sei o que dizer. Pra registrar – pela USADA e por minhas implicações contratuais com o UFC – EU NÃO ESTOU APOSENTADO!”, concluiu o irlandês, evitando os problemas que já haviam citados por Dana White recentemente caso ele realmente tivesse parado de lutar.

Em entrevista na TV norte-americana na noite desta quarta-feira (20), Dana garantiu que Conor McGregor está fora do UFC 200 e nada o fará voltar atrás nesta decisão. Segundo o dirigente, uma alternativa para o combate será trabalhada pela organização do Ultimate ao longo dos próximos dias.

Confira abaixo, na íntegra, o texto publicado por McGregor:

Eu só estou tentando fazer o meu trabalho e lutar. Eu sou pago para lutar, eu não sou pago para promover. Eu me perdi no jogo de promoção e esqueci da arte de lutar. São 50 turnês mundiais, 200 coletivas de imprensa, um milhão de entrevistas, dois milhões de fotos e, no fim de tudo, eu estou levando um gancho de esquerda na frente de um monte de lentes, enfrentando a derrota de frente e não pensando em nada além da minha preparação incorreta para a luta. Muitas distrações me levaram a isso. Não tenho nada mais em mente.

É hora de voltar atrás e viver a vida que me deu essa vida. Sentar em um carro a caminho de algum lixo em Conneticut ou qualquer outro lugar, conversar com Tim e Suzie em um programa matinal que ninguém dá a mínima não me deu essa vida. Conversar com uma mulher que lá no fundo não dá a mínima sobre o que estou fazendo, mas quer algumas frases de efeito para manchete minhas, assim ela pode talvez conseguir um aumento pra essa bunda gorda dela – e eu estou tranquilo com relação a isso também. Eu venho dando aumentos a todos vocês. Mas eu preciso de focar em mim agora. Eu estou vindo para minha vingança.

Eu voei um time inteiro de Portugal e para a Islândia para fazer ajustes em minha preparação e corrigir meus erros. Eu ajustei meu peso e preparei meu cardio. Com os ajustes corretos e o foco correto, eu vou finalizar o que comecei na última luta. Eu não vou fazer isso se eu voltar para a estrada e ficar distribuindo flyers de novo. Eu sempre vou jogar o jogo e eu jogo melhor do que ninguém, mas, só dessa vez, em que eu venho de uma derrota, eu pedi por uma margem para poder treinar e me focar. Eu não neguei todos os pedidos da mídia, eu simplesmente queria fazer pequenos ajustes. Mas me negaram isso.

Foram 10 milhões de dólares alocados para a promoção deste evento, isso foi o que me disseram. Então, em um gesto de boa vontade, eu fui lá e não só poupei os 10 milhões de dólares de promoção como tripliquei o valor por isso. E tudo isso com um simples tuíte. Guardem esses 10 milhões para promover outros inúteis  que precisam disso. Meus shows são bons.

Eu preciso me isolar agora. Eu estou enfrentando um cara maior, mais longilíneo e mais pesado. Eu preciso me preparar da maneira correta desta vez. Eu não posso dançar desta vez. É hora para que os outros macaquinhos dancem. Eu dancei por todos nós até aqui. O cabeça bagunçada do Nate pareceu legal esses dias no palco. Empalem ele na frente das câmeras por isso. Ele veio sem merda nenhuma a ver com aquilo da última vez. Eu já tinha feito as coletivas, entrevistas e gravado comerciais antes do Dos Anjos sair. Talvez eu vá para Cabo (San Lucas) desta vez e grave alguns comerciais pré-luta sem nenhuma obrigação. Estou fazendo o que preciso agora. É hora de ser egoísta com o meu treino de novo. É a única forma. Eu acho que os 400 milhões que eu gerei para a companhia nos últimos três eventos, todos em oito meses, me dessem direito a essa pequena regalia. 

Eu ainda estou pronto para lutar no UFC 200. Eu vou oferecer, como eu já fiz, voar para Nova York na grande coletiva de imprensa que está agendada e então voltar para treinar. Sem distrações. Se isso não é o suficiente ou se eles acham que eu não mereço descanso dessa promoção pelo menos nessa única vez, então eu não sei o que dizer. Pra registrar – pela USADA e por minhas implicações contratuais com o UFC – EU NÃO ESTOU APOSENTADO!

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments