Treinador defende McGregor: ‘Querem lutas ou entrevistas?’

Líder da academia SBG Ireland, John Kavanagh diz que decisão final sobre participação do irlandês no UFC 200 deveria ser dos fãs

McGregor (esq.) ao lado de Kavanagh (dir.); falastrão é faixa marrom do irlandês. Foto: Reprodução

McGregor (esq.) ao lado de Kavanagh (dir.); falastrão é faixa marrom do irlandês. Foto: Reprodução

O treinador principal de Conor McGregor, John Kavanagh, saiu em defesa de seu pupilo em meio à polêmica que resultou na saída do irlandês da luta principal do UFC 200, evento que será realizado no dia 9 de julho, em Las Vegas (EUA).

Veja Também

Entenda a polêmica que culminou com a saída de McGregor do UFC 200
Vídeo: ‘Aposentado’, McGregor treina firme na Islândia
Dana garante que McGregor não terá vida fácil se quiser voltar ao UFC
McGregor quebra silêncio, culpa agenda promocional por ‘surto’ e garante: ‘Não estou aposentado!’

McGregor, que está treinando com sua equipe nesta semana na Islândia, se recusou a ir a Las Vegas para participar de uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (22), que contará com os principais astros do UFC 200. O Ultimate, então, retirou o astro do evento, e prometeu anunciar uma nova luta principal para a atração em breve.

O irlandês chegou a anunciar sua aposentadoria durante a polêmica, mas depois voltou atrás. “Adivinhem quem voltou? Voltou de novo. Conor voltou, diga a um amigo”, escreveu Kavanagh, fazendo referência a uma música do rapper Eminem.

Em seguida, o treinador retomou o tom sério e pediu para que os fãs do irlandês se posicionem em favor do lutador. “A decisão é de vocês. Vocês são os clientes. O que vocês querem? Coletivas de imprensa ou lutas? Façam barulho, porque nós estamos prontos para fazer essa droga!”, completou o líder da SBG Ireland.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments