Comissão Atlética passará a exigir exames cerebrais dos lutadores

Informações coletadas serão disponibilizadas para um estudo sobre lesões cerebrais nos esportes de combate

Lesões cerebrais são preocupação nos esportes de combate. Foto: Josh Hedges/UFC

Lesões cerebrais são preocupação nos esportes de combate. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Após sofrer infarto no Bellator, Dada 5000 comemora: ‘Voltei dos mortos’
Jones revela que sua mãe teve perna amputada antes do UFC 197
Velasquez promete diminuir ritmo dos treinos para evitar lesões

Na tentativa de aumentar a vigilância sobre os atletas e minimizar as chances de lesões graves e sequelas futuras nos lutadores de MMA, a Comissão Atlética de Nevada (NSAC) irá implantar um novo protocolo de exames, que passará a incluir a realização de exames cerebrais.

A informação foi divulgada pelo diário “Las Vegas Review-Journal”. Em entrevista à publicação, o diretor executivo da NSAC e o médico responsável pelo novo programa, Dr. Charles Bernick, disseram que os exames serão realizados regularmente e que os dados e informações coletados serão destinados a um estudo sobre lesões cerebrais nos esportes de combate.

Apesar do anúncio, os testes não devem ser implementados antes de junho ou julho. Além disso, não foi divulgada qual a periodicidade a qual os atletas deverão se submeter aos exames ou mesmo se as avaliações passarão a ser exigidas antes de todas as lutas em Las Vegas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments