Ex-UFC é condenado a cinco anos de prisão por agredir namorada

Lavar Johnson chegou a arremessar a cabeça da namorada contra a parede por ela o seguir por um GPS no celular

Johnson lutou no UFC entre 2012 e 2013. Foto: Divulgação

Johnson lutou no UFC entre 2012 e 2013. Foto: Divulgação

O peso pesado Lavar Johnson foi condenado a cinco anos de prisão pela Justiça da Califórnia (EUA) neste final de semana. O ex-lutador do UFC e Bellator era acusado de violência doméstica contra sua namorada. O caso aconteceu em agosto de 2015.

Veja Também

Vídeo: Garoto de 15 anos nocauteia em estreia no MMA amador
Jones e Cormier discutem e são apartados em programa de TV
Ingressos para pesagem do UFC 198 serão trocados por leite em pó

De acordo com a promotoria, Johnson, que estava bêbado, espancou sua namorada de forma brutal. Ele arremessou a cabeça da mulher contra a parede, além de acertá-la com joelhadas e socos no chão.

A defesa do lutador alegou que ele não é agressivo e agiu daquela forma por estar sob efeito de álcool.

Johnson, assumiu a responsabilidade da agressão e se diz envergonhado pelo fato. Ele assumiu a agressão por sua namorada  ter o seguido com um GPS no celular sem sua autorização.

Os advogados esperavam uma sentença leve, de no máximo três anos.

Lavar Johnson, de 38 anos, foi lutador do UFC entre 2012 e 2013, vencendo nomes como Joey Beltran e Patrick Barry. Depois de duas derrotas seguidas, para Stefan Struve e Brendan Schaub, mais um caso de doping, ele foi demitido. Seu cartel no MMA profissional é de 18 vitórias e dez derrotas.

Conheça outros lutadores que tiveram problemas com a Justiça:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments