Família doará dinheiro arrecadado em prol de lutador morto

Empresário diz que verba levantada cobrirá custos do enterro, e que o restante será repassado em uma causa em nome do lutador

Jordan Parsons (foto) morreu após ser atropelado na Florida. Foto: Reprodução

Jordan Parsons (foto) morreu após ser atropelado na Florida. Foto: Reprodução

A família de Jordan Parsons, morto no início da semana ao ser vítima de um atropelamento, irá fazer uma doação do dinheiro arrecadado em prol do lutador após pagar todas suas despesas para o funeral.

Veja Também

Lutador tem perna amputada após ser atropelado nos EUA
Fundo na internet arrecada R$ 70 mil para lutador que teve perna amputada
Lutador atropelado não resiste e morre nos EUA
Polícia oferece recompensa por motorista que atropelou lutador
Equipe de Parsons lamenta morte: “Ele era trabalhador e sorridente”

O atleta, que tinha 25 anos de idade, teve cerca de US$ 50 mil arrecadados em seu nome nos dias nos quais esteve internado no hospital. Porém, o atleta não resistiu, e, segundo Bryan York, um de seus empresários, o dinheiro levantado pagará todos os custos de transporte do corpo (da Flórida para Michigan, nos EUA), além do velório e o enterro.

York também revelou que o Bellator, organização pela qual Parsons lutava, se comprometeu a ajudar com os custos. “Nós iniciamos a arrecadação porque estávamos esperançosos na recuperação de Jordan, e sabíamos que suas despesas médicas seriam altas. Com seu falecimento, não sabemos o que vai acontecer com as contas. O Bellator gentilmente prometeu ajudar com alguns custos, mas nós ainda não sabemos o valor total da despesa, nem o quanto que o Bellator irá contribuir”, escreveu o empresário na conta do lutador no Facebook.

Assim, York revelou que o dinheiro arrecadado contribuirá nestas despesas, e o restante será doado. “Vamos transportar o corpo e fazer um funeral. Qualquer dinheiro que venha a sobrar será doado em uma causa em nome de Jordan, ou será devolvido ao doador”, contou.

Parsons foi atropelado no último domingo (1), quando atravessava uma rua pela faixa de pedestres. O carro em questão atingiu o lutador e fugiu sem prestar socorro. Parsons ficou alguns dias internado, inclusive tendo sua perna amputada, mas não resistiu e veio a falecer.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments