Vídeo: Antes do UFC 198, Anderson Silva diz já não pensa mais em cinturão

Spider ainda falou sobre a alegria de voltar a lutar em casa, principalmente em um card grandioso com o de Curitiba

Anderson (foto) perdeu para Bisping no UFC Londres. Foto: Brandon Magnus/UFC

Anderson (foto) vem de derrota para Bisping no UFC Londres. Foto: Brandon Magnus/UFC

Até hoje o campeão com o maior número de defesas de cinturão na história do UFC, Anderson Silva, hoje aos 41 anos, parece não almejar mais voltar ao topo de sua categoria. Prestes a subir no octógono no UFC 198, em Curitiba (PR), onde enfrenta Uriah Hall, o Spider garantiu que ainda tem motivação para lutar, mas que ela não passa mais por conquistar o título.

Veja Também

Werdum revela que entrará no UFC 198 ao som de música-tema de Senna
Lutador critica combates do UFC Curitiba: ‘Encorajam o doping’
Belfort volta a reclamar da parceria entre UFC e Reebok: ‘Praticamente escravidão’

“As minhas metas e os meus desafios dentro da luta são simplesmente me superar e ser feliz. Não esperar ninguém, não estou em busca de: ‘Ah, eu quero o cinturão’. Acho que tem tantos outros atletas nessa busca incansável. E na minha carreira toda eu nunca busquei isso. As coisas foram acontecendo porque eu fiz com verdade, com amor e com carinho”, disse Silva, em entrevista ao próprio Ultimate.

Além disso, Anderson também celebrou o fato de poder voltar a luta no Brasil e, principalmente, em um card recheado de grandes atrações como o UFC 198. “Eu continuaria lutando por mais uns dez anos, sabia? É bacana poder voltar a lutar aqui no Brasil, principalmente em um estádio. Estava faltando isso para a minha carreira. Estou contente de poder lutar num card bacana como esse e de poder ter um pouco mais de apoio da torcida brasileira. Mas a responsabilidade também aumenta um pouco”, assegurou.

Anderson Silva possui um cartel profissional de 33 vitórias, sete derrotas e uma luta sem resultado. O Spider vem de derrota para o inglês Michael Bisping no último mês de fevereiro e tenta se recuperar diante do jamaicano Uriah Hall, na antepenúltima luta do card principal do UFC 198.

Assista abaixo à entrevista de Anderson Silva:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments