‘Vou ser conhecida como a mulher que destruiu Cyborg’, garante Smith

Norte-americana se diz satisfeita com o papel de zebra, mas garante que irá chocar o mundo no UFC 198

L. Smith (foto) enfrenta Cyborg em Curitiba. Foto: Josh Hedges/UFC

L. Smith (foto) enfrenta Cyborg em Curitiba. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Cyborg desafia Ronda para luta em peso casado
Cyborg provoca Ronda: ‘Estava fazendo sombra no treino e a sombra ganhou’
‘Cyborg é supervencível’, confia adversária

Leslie Smith não é exatamente uma das lutadoras mais conhecidas do UFC na atualidade. Contudo, a norte-americana garante que isso irá mudar neste fim de semana, após o UFC 198, que acontece neste sábado (14), em Curitiba (PR). Ela acredita que uma eventual vitória sobre Cris Cyborg irá lhe dar o salto necessário rumo a fama.

“Eu não tenho problema nenhum em ser a zebra. Não tenho pressão sobre mim, não tenho nada a perder. Tenho tudo a ganhar, mas sem temer a nada. Depois desta luta, as pessoas vão me conhecer como a mulher que destruiu Cyborg”, disse a lutadora.

Aos 33 anos de idade, Smith tem uma missão que parece ser impossível em Curitiba: bater Cyborg, que vem massacrando todas as suas adversárias nos últimos 10 anos. A brasileira tem um cartel de 15 vitórias, uma derrota e uma luta sem resultado; já Leslie tem em seu currículo oito vitórias, seis derrotas e um empate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments