Lesnar diz que McGregor é ótimo para o UFC: ‘Fala e faz’

Norte-americano, porém, discorda de postura de ‘se gabar’ por recorde de vendas de pay-per-views: ‘Tudo que sei é que sou pago’

McGregor (foto) é campeão dos penas do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

McGregor (foto) é campeão dos penas do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Oficial: Brock Lesnar volta ao octógono no UFC 200
Lesnar explica retorno: ‘Não consegui viver com a aposentadoria’
McGregor entra na lista dos 100 atletas mais bem pagos do mundo
Revanche entre McGregor e Diaz é oficializada para o UFC 202

Oficialmente, Brock Lesnar ainda é um dos responsáveis pelo recorde de vendas de pay-per-view do UFC nos Estados Unidos, com 1,6 milhão de comercializações no histórico UFC 100, em 2009. Seu “herdeiro” em grandes vendas é Conor McGregor, que esteve perto de alcançar o recorde em março deste ano, com 1,5 milhão no UFC 196. Diante destes números, o gigante norte-americano admitiu que o irlandês é uma figura amplamente benéfica para o esporte.

Para Lesnar, McGregor contribui de forma positiva para o UFC não apenas por saber se promover, mas também por se mostrar eficiente durante as lutas. “Eu conheço Conor McGregor. Esse esporte evoluiu desde a primeira vez que eu entrei no octógono. Acho que as pessoas estão percebendo que você precisa falar, mas, mais importante, fazer. Os caras que podem falar e fazer são ótimos para a empresa”, analisou, em entrevista ao programa “SportsCenter”, da emissora norte-americana “ESPN”.

McGregor frequentemente se gaba de seus números de vendas, em postura da qual Lesnar não compartilha. “Se alguém quiser dizer que é o maior vendedor de pay-per-views do mundo, eu não ligo. Nunca cheguei e disse que tenho o recorde de vendas. Tudo o que sei é que sou pago, e sou feliz por isso. Tenho o meu preço. Não penduro meus títulos na parede porque eles não pagam minhas contas”, comentou.

Os dois lutadores estarão na ativa durante os próximos eventos em pay-per-view do UFC. No UFC 200, em julho, Lesnar retorna ao octógono contra Mark Hunt; no mês seguinte, McGregor pega Nate Diaz na atração principal do UFC 202.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments