Henderson propõe luta contra Bisping e aposentadoria em seguida

Veterano disse que, com o cinturão do britânico, tem nova motivação para enfrentar o rival, a quem bateu no UFC 100

Hendo (foto) é o atleta mais velho do UFC. Foto: Alexandre Schneider/UFC

Hendo (foto) é o atleta mais velho do UFC na atualidade. Foto: Alexandre Schneider/UFC

Com 45 anos e uma das mais vitoriosas carreiras do MMA, o veterano Dan Henderson está atualmente sem lutas em seu contrato com o UFC e tem vivido em meio a especulações sobre sua aposentadoria. Entretanto, Henderson também tem feito campanha para conseguir uma revanche contra Michael Bisping, desta vez valendo o cinturão dos médios, e garantiu: se conseguir o duelo, vai se aposentar logo em seguida, independentemente do resultado.

Veja Também

‘Não faz sentido ver Henderson disputando cinturão’, diz empresário de Jacaré
Rumores sobre venda do UFC por R$ 14 bilhões voltam a ganhar força
Chuck Liddell garante: ‘Brock Lesnar é duro, mas tem medo de levar soco’

“Lutar contra Michael Bisping é uma luta que eu faria com certeza. E seria minha última luta, não importa o resultado. Claro que tenho confiança que venceria, mas ganhando ou perdendo, eu me aposentaria depois dela. Se eu tiver a chance de enfrentar Michael Bisping, a luta pode acontecer em qualquer lugar. Obviamente, lutar perto de casa seria melhor – até a estreia do UFC no Madison Square Garden, em Nova York, seria ótimo”, disse Hendo, em entrevista ao podcast “MMA Discussion”.

Além disso, o veterano também disse que uma boa proposta financeira poderia fazê-lo balançar. “Não sei por mais quanto tempo eu ainda quero lutar, depende muito de quanto dinheiro me ofereceriam. Eu estaria interessado em assinar, talvez, para apenas mais uma luta. Como estou muito próximo de me aposentar, perguntei aos meus fãs quem eles gostariam que eu enfrentasse. A resposta de 99% deles foi: ‘Michael Bisping’. Espero que isso aconteça, porque é a vontade dos fãs. Alguns responderam “Anderson Silva”, e outros poucos responderam “Fedor Emelianenko”, mas acho que uma revanche contra Bisping é a que faz mais sentido. Ele ter se tornado campeão me motivou a querer voltar a enfrentá-lo. Eu não tinha razão para lutar contra ele antes, porque não conseguiria nocauteá-lo de uma forma mais empolgante do que fiz no UFC 100. Mas ele ser o dono do cinturão deu a justificativa não só para mim, mas para ele, que poderá tentar vingar aquela derrota”, concluiu.

Dan Henderson possui um cartel profissional de 32 vitórias e 14 derrotas. Em sua última luta, Hendo nocauteou o cubano Hector Lombard de forma excepcional, com uma cotovelada certeira na têmpora. Caso chegue a uma disputa de cinturão, Henderson terá lutado pelo título em todas as grandes organizações, tendo se tornado campeão do PRIDE e do Strikeforce justamente antes dos eventos terem sido descontinuados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments