Depois de ‘pior atuação da carreira’, Belfort promete mudanças

‘Fenômeno’ lamenta excesso de passividade em luta contra Jacaré e planeja treinar com Glover Teixeira antes de retorno

Vitor (foto) busca volta por cima após derrota para Jacaré. Foto: Divulgação

Vitor (foto) busca volta por cima após derrota para Jacaré. Foto: Divulgação

Vitor Belfort buscava uma nova oportunidade de disputar o título do UFC, mas viu o plano sofrer um contratempo em maio. No UFC 198, em Curitiba (PR), o “Fenômeno” foi amplamente dominado por Ronaldo Jacaré e acabou perdendo por nocaute técnico. O veterano brasileiro reconhece: foi a pior atuação de sua longa carreira no MMA.

Veja Também

Vídeo: Assista à vitória de Jacaré sobre VItor Belfort no UFC 198
Em desabafo, Belfort parabeniza Jacaré e explica derrota no UFC 198: ‘Não ataquei’
Técnico justifica atuação de Vitor Belfort contra Jacaré: ‘Ele travou’

Belfort, muito conhecido por sua agressividade, admite que se portou de maneira excessivamente passiva no octógono. “Eu achei que o momento ia chegar, estava esperando. Às vezes, quando a gente espera demais, o cavalo selado está lá, mas não volta mais. O primeiro momento em que ele clincha, eu o tiro e, em vez de atacar, voltei para o meio. Faltou agressividade a mim no combate. Eu comecei sendo muito agressivo na minha carreira, depois passei a esperar, fiquei mais cirúrgico… Tenho que atacar novamente. Se eu conseguir essa combinação, que é o que eu tenho de bom, que são os meus golpes, minha precisão, minha experiência… Quem não ataca é atacado. Foi a pior atuação da minha carreira”, analisou, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Contudo, Belfort garante que já deixou a derrota para trás. Agora, buscando a recuperação, ele cogita treinar com o também brasileiro Glover Teixeira. “É bola para frente. A gente tem que saber caminhar para frente e não para trás. O segredo eu tenho até aqui anotado: ‘Nunca deixe o sucesso entrar na sua cabeça e não deixe o fracasso entrar no seu coração’. Então não pode remoer, a gente tem que colocar para fora. Como o próprio Michael Jordan falou, quantas vezes ele já deixou o time dele na mão, confiaram aquela bola… Diversas. Então é isso, voltarei às minhas raízes, reconhecerei meus erros. Na próxima vou ser agressivo, ir para o ataque. Vou ter um pouco de Glover Teixeira. Vou ver se marco de visitá-lo. Pegar um pouco do mel dele”, brincou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments