Em desabafo, Belfort parabeniza Jacaré e explica derrota no UFC 198: ‘Não ataquei’

Nas redes sociais, Fenômeno lamentou falta de ofensividade no combate diante de Ronaldo Jacaré, no último sábado (14)

Belfort (foto) foi superado por Jacaré. Foto: Buda Mendes/UFC

Belfort (foto) foi superado por Jacaré. Foto: Buda Mendes/UFC

Derrotado por Ronaldo Jacaré na luta co-principal do UFC 198, no último sábado (14) em Curitiba (PR), Vitor Belfort precisou somente de algumas horas para refletir sobre o resultado negativo e divulgar sua avaliação. Por meio de seu perfil oficial no Instagram, o Fenômeno comentou o duelo e parabenizou seu compatriota Jacaré pelo triunfo, mas garantiu que o revés veio principalmente pelo fato de ter aberto mão do ataque.

Veja Também

Vídeo: Assista à vitória de Jacaré sobre VItor Belfort no UFC 198
Técnico justifica atuação de Vitor Belfort contra Jacaré: ‘Ele travou’
Ex-treinador de Matt Brown invade hotel e agride lutador em Curitiba
Nocaute sofrido por Werdum vira memes na internet

“Sábado foi um dia que fui ao trabalho, mas não trabalhei. Vocês já tiveram essa sensação? Eu aprendi ao longo da minha vida que não podemos parar de aprender e a lição que tiro da minha luta de sábado é: não espere muito o momento, pois se ele não chegar e você não o buscar, nada acontecerá. Na minha luta não ataquei, fiquei focado na defesa e perdi a minha maior característica: o ataque. Se pudesse deixar meu aprendizado aqui pra vocês o qual me custou uma derrota amarga é não esperar quando o momento chegar e sim ir atrás dele com a certeza da conquista. Mérito do meu adversário”, escreveu Belfort.

Aos 39 anos, Vitor Belfort tem um cartel profissional de 25 vitórias e 12 derrotas. Com o revés para Jacaré em Curitiba, Vitor ficou com o retrospecto recente de duas derrotas nas últimas três lutas, ambas por nocaute técnico, e se distanciou do sonho de voltar a disputar o cinturão dos pesos médios do Ultimate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments