Lesnar passa por cinco exames antidoping nas últimas duas semanas

USADA, a Agência Antidopagem dos Estados UnIdos, promete realizar ainda mais testes no gigante até o UFC 200, em julho

Lesnar (foto) foi campeão do UFC entre 2008 e 2010. Foto: Divulgação/UFC

Lesnar (foto) foi campeão do UFC entre 2008 e 2010. Foto: Divulgação/UFC

A notícia de que Brock Lesnar receberia uma liberação especial da política antidopagem do UFC para poder voltar a lutar em julho deixou muita gente revoltada. Contudo, isso não significa que o gigante norte-americano não passará por exames intensivos contra substâncias proibidas.

Veja Também

Por volta no UFC 200, Lesnar estará liberado de regra antidoping
‘Não estou voltando ao UFC pelos fãs’, polemiza Brock Lesnar
‘Lesnar estará dopado até os pulmões, mas será nocauteado’, diz Hunt

A USADA, a Agência Antidopagem dos Estados Unidos, revelou em seu site oficial que Lesnar foi testado nada menos que cinco vezes nas últimas duas semanas. Os exames têm como objetivo verificar se o lutador está usando substâncias ilegais, como anabolizantes, durante seu período de treinamentos.

O vice-presidente de performance e saúde do UFC, Jeff Novitzky, prometeu que a fiscalização será intensa sobre Lesnar. “Espero que haja ainda mais testes antes do UFC 200”, disse, ao site “MMA Fighting”. Os resultados dos testes já realizados ainda não foram divulgados.

A atual política antidopagem do UFC prevê que um atleta deva passar por quatro meses de testes antes de ser liberado para lutar. Contudo, o anúncio do retorno de Lesnar às competições foi feito no início de junho, ou seja, pouco mais de um mês antes do UFC 200, que acontece em 9 de julho. Assim, o ex-campeão recebeu uma liberação especial para poder lutar.

Sem nunca ter testado positivo em sua carreira, Lesnar foi campeão dos pesados do UFC entre 2008 e 2010, vencendo nomes como Frank Mir, Randy Couture, Heath Herring e Shane Carwin. Após quatro anos e meio sem lutar, o norte-americano retornará ao octógono no UFC 200 contra Mark Hunt.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments