St. Pierre se diz pronto para retornar e pede por luta com Bisping pelo cinturão

Ex-campeão acredita que hora para retorno é agora e se vê com condições de destronar campeão dos médios

St. Pierre (foto) é ex-campeão do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

St. Pierre (foto) é ex-campeão do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

A novela envolvendo o futuro do ex-campeão do UFC Georges St. Pierre pode estar perto do fim. O canadense revelou que, enquanto negocia seu retorno com o Ultimate, já se considera totalmente preparado para voltar a lutar, sendo que ele tem um adversário em mente: o campeão dos médios, Michael Bisping.

Veja Também

Georges St. Pierre admite negociações para voltar ao UFC: ‘Estamos conversando’
‘GSP não deseja mais lutar. Ponto final’, diz Dana
Bisping aceita desafio de Henderson e se diz aberto a superluta com GSP

St. Pierre não luta desde novembro de 2013, quando defendeu o cinturão dos meio-médios (77 kg) do UFC. De lá para cá, GSP abandonou o cinturão e se dedicou a outras atividades, mas, agora, aos 35 anos de idade, ele já se prepara para voltar de vez às lutas.

“É isso que estou dizendo: estou pronto. Sou um cara emotivo. Meus empresários me disseram para não fazer nenhum anúncio, que ainda estamos em negociações, mas sou um cara emotivo. Quando fico emocionado, digo coisas que são boas para meus interesses. Amo meu esporte e ainda sinto que estou na melhor da minha forma. O tempo está passando e eu não estou ficando mais jovem. Estou em meu auge e, se tenho uma chance, é melhor aproveitá-la agora”, declarou o ex-campeão, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Mesmo que tenha lutado sua carreira inteira nos meio-médios, GSP projeta o retorno na divisão de cima, os médios (84 kg). Isso porque o canadense foi desafiado por Bisping, atual campeão do peso, com quem divide o recorde absoluto de número de vitórias no UFC (19). “Existem duas coisas de que tenho orgulho: do meu cinturão dos meio-médios e do recorde de maior número de vitórias no UFC. E agora tenho alguém que me está desafiando nisso, que é Michael Bisping. Ele é maior que eu, mas acredito que sou mais habilidoso, mais atlético e sou mais inteligente. O mundo não gira ao meu redor, mas, se é uma luta que querem fazer, eles têm telefone. Eles podem ligar para o meu empresário para que façamos um acordo”, comentou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments