Sonnen admite possibilidade de retornar ao MMA se passar em exame antidoping

Falastrão norte-americano, contudo, diz que ‘não tem dormido bem à noite’ depois de fazer testes surpresa

C. Sonnen (foto) pode voltar ao MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Sonnen (foto) pode voltar ao MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

Já livre da suspensão por doping que recebeu em 2014, Chael Sonnen admite que considera a possibilidade de retornar ao MMA no futuro. No entanto, isso depende dos resultados dos testes que já fez nos últimos meses, nos quais confessa não ter certeza de que será aprovado.

Veja Também

Sonnen é reintegrado à política antidopagem de parceira do UFC
Sonnen defende Wand em caso de fuga de exame antidoping: ‘Ele tinha o direito de dizer não’
Chael Sonnen abre as portas para trilogia com Anderson Silva
Empresário garante que Sonnen pode voltar ao MMA por ‘luta certa’

Há dois anos, Sonnen foi suspenso do MMA ao ter sido flagrado em uma série de exames antidoping surpresa antes da luta que faria no UFC 175. Na ocasião, o falastrão também anunciou sua aposentadoria do esporte. Porém, como ele não notificou formalmente a USADA (Agência Antidopagem dos Estados Unidos), parceira oficial do UFC, de sua decisão, precisou se submeter aos exames aleatórios normalmente realizados nos atletas.

“Eu com certeza gostaria de ter essa opção [de retornar ao MMA]. A grande questão é essa: ter a opção. Acredito que minha trajetória no MMA já acabou, e estou sendo sincero. Mas hoje em dia eu nem mesmo tenho a opção. Eu só conseguiria voltar com uma licença, e eu preciso ser aprovado [nos exame] para obtê-la. Então, eu gostaria de ter a habilidade para escolher. Tomei algumas substâncias que ainda ficam por um tempo no corpo. Fiz dois testes, mas ainda não sei o que vão dizer. Posso te dizer da forma mais franca e direta: não estou dormindo muito bem à noite”, disse, em entrevista ao podcast “The MMA Hour”.

Aos 39 anos de idade, Sonnen vê o exame antidoping como único obstáculo para seu provável retorno. “Eu definitivamente sinto uma coceira. Eu fantasio sobre isso. Mas é um passo de cada vez. Primeiro, preciso passar por esse teste. Se eu passar, ótimo, um passo a menos. O segundo passo é ficar em forma – e eu estou. O terceiro passo é me tornar o cara mais malvado do mundo. Eu dominei a categoria dos médios. Nunca houve um peso médio como eu. O mais próximo foi Anderson Silva, e venci dois rounds por 10 a 8 contra Anderson. Essa é a verdade. Não há ninguém como eu nos médios”, provocou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments