Comissões aprovam novas regras do MMA para 2017

A partir de 1º de janeiro do ano que vem, lutas terão novos critérios de pontuação, com uso mais flexível do 10 a 8

UFC tem novos donos. Foto: Josh Hedges/UFC

UFC tem novos donos. Foto: Josh Hedges/UFC

As lutas de MMA deverão ter uma cara diferente a partir do dia 1º de janeiro de 2017. A Associação das Comissões de Boxe (ABC) dos Estados Unidos aprovou um novo pacote de ajustes que provocarão alterações nas Regras Unificadas do MMA.

Veja Também

McGregor ainda se diz abalado com morte de lutador português
Vídeo: Campeão do UFC tenta entrar no livro dos recordes e paga mico
Parceira do UFC reforça programa antidoping no próximo trimestre

As novas regras dizem respeito primeiramente à pontuação dos combates. A fim de evitar erros de avaliação ou resultados controversos, haverá maior flexibilidade para o uso de pontuações mais discrepantes.

O 10 a 9 deverá ser utilizado em rounds com mais equilíbrio, com pequena vantagem para um dos atletas. O 10 a 8 é indicado quando houver uma superioridade um pouco mais elástica, e, por fim, o 10 a 7 pode ser utilizado quando há a iminência de nocaute/finalização ou o domínio completo por parte de um dos lutadores.

Outra novidade será a modificação do que é considerado um lutador no solo. Hoje, se um atleta tem três apoios ou mais no chão (por exemplo, os dois pés + um joelho ou uma mão), não podem ser desferidos chutes em sua cabeça. A partir de 2017, o lutador somente estará imune a chutes na cabeça quando estiver com as duas mãos e dois pés no solo.

Por fim, as novas regras pretendem maior rigor com os lutadores que atuam com os dedos abertos, o que aumenta a chance de golpes ilegais no olho. Futuramente a ABC considera abolir a proibição das cotoveladas de cima para baixo no solo (como as que desclassificaram Jon Jones em sua única derrota no MMA profissional, contra Matt Hamill) e o uso do replay instantâneo, a fim de evitar que os combates acabem com golpes ilegais.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments