‘Me drogaram antes da luta com GSP’, acusa Diaz

Norte-americano polemiza e afirma que canadense, então campeão dos meio-médios, não havia batido o peso para o combate de 2013

Diaz (foto) enfrentou St. Pierre em 2013. Foto: Jonathan errey/Zuffa LLC

Diaz (foto) enfrentou St. Pierre em 2013. Foto: Jonathan errey/Zuffa LLC

Veja Também

Georges St. Pierre admite negociações para voltar ao UFC: ‘Estamos conversando’
GSP minimiza cinturão: ‘Quero lutar com os maiores nomes’
UFC planeja casar Woodley x St. Pierre em Nova York

Livre da sua suspensão mais recente por doping, Nick Diaz voltou com tudo. O polêmico lutador norte-americano alegou que foi drogado por alguém antes de sua luta contra Georges St. Pierre, em 2013, e que o então campeão dos meio-médios não havia batido o peso para o combate válido pelo cinturão.

As acusações foram feitas em entrevista à emissora norte-americana “ESPN”. Diaz insinuou que a falha de GSP na pesagem, o que resultaria no cancelamento da defesa do título, foi acobertada pelas entidades locais.

“Quando lutei com Georges St. Pierre no Canadá, antes de tudo, alguém me drogou. E aquele cara não bateu o peso. A comissão me disse que ele não bateria o peso. Se for uma libra acima ou não, não importa. Em Las Vegas [EUA], onde era para a luta ter acontecido, eles não só teriam testado nós dois, como também não teriam uma tolerância para o peso”, disse o lutador norte-americano.

O duelo foi a atração principal do UFC 158, em março de 2013, em Montreal. Na ocasião, St. Pierre dominou os cinco rounds de disputa e venceu sem sustos na decisão unânime dos juízes. Diaz só voltaria a lutar em janeiro de 2015, contra Anderson Silva, luta na qual acabou flagrado no exame antidoping. Sua suspensão expirou no dia 1º de agosto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments