McGregor critica Dos Anjos: ‘Era para eu ser campeão em duas categorias’

Irlandês acredita que, se brasileiro não tivesse saído do confronto entre os dois por lesão, o teria nocauteado

RDA (esq.) e Conor (dir.) acabaram não se enfrentando. Foto: Jeff Bottari/UFC

RDA (esq.) e Conor (dir.) acabaram não se enfrentando. Foto: Jeff Bottari/UFC

Atual campeão dos penas do UFC, Conor McGregor acredita que estaria em situação completamente diferente em sua carreira se Rafael dos Anjos, ex-detentor do título dos leves, não tivesse se lesionado antes da luta que fariam, em março, no UFC 196.

Veja Também

McGregor ainda se diz abalado com morte de lutador português
Revanche com McGregor deverá ser em Nova York, diz Aldo
Alvarez quer enfrentar vencedor de McGregor x Diaz

Os dois atletas se enfrentariam na tentativa de McGregor se tornar o único lutador da história do UFC a conquistar dois cinturões simultâneos. Contudo, o brasileiro se lesionou semanas antes do combate, o que abriu espaço para a chegada de Nate Diaz ao card – o norte-americano acabou finalizando McGregor.

Em entrevista coletiva de imprensa, McGregor acredita que teria derrubado o brasileiro caso o combate tivesse acontecido. “Realisticamente falando, eu deveria ser campeão do UFC em duas categorias, se eu tivesse lutado com Rafael dos Anjos sem que ele tivesse se acovardado e aparecido. Os golpes que eu acertei em Nate nos primeiros oito minutos de luta teriam nocauteado Rafael dos Anjos. Não tenho dúvidas. Eu estaria sentado aqui como campeão mundial em duas categorias”, disse, em trecho reproduzido pelo site “MMA Fighting”.

Independentemente disso, McGregor garante que está altamente focado para a revanche com Diaz. “Mas não fico pensando nisso. Estou feliz que isso tenha acontecido, porque me forçou a reavaliar minha preparação, olhar para o caminho que eu estava tomando. Essa luta vale muito para mim, mais do que qualquer dinheiro ou ouro. Abri mão de muito dinheiro, de oportunidades em Hollywood para essa luta”, contou.

Dos Anjos perdeu o cinturão dos leves em julho, quando foi nocauteado por Eddie Alvarez. Diaz e McGregor, por sua vez, fazem revanche no dia 20 de agosto, na luta principal do UFC 202.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments