Adversária promete fazer Cyborg sangrar no UFC Brasília

Fã de cotoveladas, Lina Lansberg diz que brasileira, que não perde no MMA há mais de dez anos, é vencível

Lansberg encara Cyborg no UFC Brasília. Foto: Divulgação/UFC

Lansberg encara Cyborg no UFC Brasília. Foto: Divulgação/UFC

Lina Lansberg terá uma missão um tanto quanto ingrata no dia 24 de setembro, na luta principal do UFC Brasília. A sueca fará sua estreia no UFC diante de Cris Cyborg, considerada a lutadora mais perigosa de todas as categorias femininas do MMA. Mesmo assim, ela promete fazer a rival sangrar e garante que possui chances reais de sair com a vitória.

Veja Também

Cris Cyborg fará luta principal do UFC Brasília
Vídeo: Cyborg faz encarada com próxima adversária
Vídeo: Cyborg chora e sofre para bater peso antes de estreia no UFC

Aos 34 anos de idade, Lina possui um cartel de seis vitórias e uma derrota no MMA. Experiente no cenário do muay thai na Europa, a sueca acredita que as cotoveladas poderão ser uma arma importante para o duelo. A lutadora é fã do golpe a ponto de ter sido apelidada de “Princesa das Cotoveladas”. “Adoro cotoveladas. Elas fazem todos sangrarem muito, e adoro isso. Vai ser muito divertido. Ela é durona e vai sangrar muito. Essa luta é um atalho para chegar ao topo, e é o melhor caminho possível. Ela é vencível. Ela já venceu vários nomes bons, mas outros que não são tão bons, e ela é humana. Muita gente vence o tempo inteiro, mas todos são vencíveis”, comentou, em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”.

Por mais que Cyborg não perca no MMA desde 2005, quando fez sua estreia profissional, Lansberg considera que o aspecto psicológico está a seu favor. “Tudo é uma questão mental. A parte técnica e física é apenas uma parte do jogo. É o psicológico que é o mais importante. Tenho sorte por não estar no lugar da Cris nessa luta, porque sei qual é o sentimento de ir a uma luta onde se há tudo a perder e nada a ganhar. É muito melhor estar no meu papel, como azarão, e ter tudo a vencer”, ponderou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments