Lutador decide doar órgãos de filho pequeno morto em atropelamento

Marcus Kowal perdeu seu bebê de 15 meses em tragédia provocada por idosa de 72 anos que dirigia com traços de embriaguez

Kowal perdeu seu filho de maneira trágica. Foto: Reprodução/Facebook

Kowal perdeu seu filho de maneira trágica. Foto: Reprodução/Facebook

Depois de perder seu filho pequeno de maneira trágica nesta semana, o lutador de MMA Marcus Kowal adotou uma atitude nobre: irá doar os órgãos do bebê nos Estados Unidos.

Veja Também

Overeem: ’serei o melhor peso pesado de todos os tempos’
Thiago Pitbull enfrenta Al Iaquinta no UFC 205, em Nova York
Divulgada a ordem das lutas do UFC Brasília

Liam Mikael Kowal, que tinha apenas um ano e três meses de idade, foi atropelado no último sábado (3) em Venice, na Califórnia (EUA), enquanto passeava com sua tia, irmã de sua mãe, de 15 anos. A motorista, uma idosa de 72 anos com traços de embriaguez, atingiu em cheio o carrinho e só não fugiu do local porque foi detida por testemunhas.

O bebê foi transportado às pressas ao Hospital Universitário de Los Angeles, mas, na última terça (6), teve sua morte cerebral anunciada. Já a tia segue internada com lesões sérias nas pernas, mas não corre risco de morte.

“Dói escrever isso, mas Liam adorava dividir as coisas com os outros. Iríamos criá-lo para ser uma pessoa que adoraria ajudar os outros. Não é fácil escrever isso, mas Liam vai doar seus órgãos. Seu pequeno coração pode ajudar outra criança a sobreviver e evitar que seus pais passem pelo que estamos passando”, escreveu o lutador em sua página no Facebook.

Kowal, nascido na Suécia e radicado nos Estados Unidos, fez quatro lutas profissionais de MMA, incluindo uma no Strikeforce, tida por muito tempo como a segunda maior organização do planeta. Seu cartel é de três vitórias e uma derrota.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments