Brasileira quer disputar cinturão dos palhas em caso de vitória no UFC 203

Jéssica ‘Bate-Estaca’ acredita que, se vencer neste sábado (10), estaria credenciada para desafiar Joanna Jedrzejczyk

Bate-Estaca (foto) estreou com vitória no peso palha. Foto: Jeff Bottari/UFC

Bate-Estaca (foto) estreou com vitória no peso palha. Foto: Jeff Bottari/UFC

A paranaense Jéssica “Bate-Estaca” Andrade tem um objetivo claro para o UFC 203, evento que será realizado neste sábado (10), em Cleveland, nos Estados Unidos. Ela quer obter uma vitória contundente sobre Joanne Calderwood para, assim, se credenciar para disputar o cinturão peso palha da organização.

Veja Também

Em alta, ‘Bate-Estaca’ encara Calderwood no UFC 203
Carro roubado é apreendido com equipe de MMA no Rio
Jessica ‘Bate-Estaca’ explica confusão com polícia em nota oficial

A brasileira fez sua primeira luta na divisão até 52 kg em junho, quando nocauteou a ex-desafiante pelo título Jessica Penne. Em caso de novo triunfo, Jéssica acredita que poderá passar à frente de Karolina Kowalkiewicz, que é tida como a favorita para desafiar a atual campeã, Joanna Jedrzejczyk.

“Acho que está entre eu e a Karolina, mas acho que o UFC está esperando o resultado dessa luta para decidir quem é a próxima a enfrentar a Joanna. Espero fazer um bom trabalho. Estão colocando grandes nomes para mim, entrei em sexto no ranking, e acho que estou conseguindo conquistar meu espaço, sempre subindo degrau por degrau. Se acontecer esse cinturão, eu fico muito feliz. Tudo depende do meu resultado nessa luta”, disse a lutadora, em entrevista ao site do UFC no Brasil. “Se eu ganhar bem, vou subir lá e falar: ‘Dana [White, presidente do UFC], está na minha hora e quero muito disputar esse cinturão. Respeito a Joanna, mas acho que é a minha hora’”, completou.

Jéssica, de 24 anos de idade, tem um cartel profissional de 14 vitórias e cinco derrotas. Antes de descer para os palhas, a paranaense lutava no peso galo, onde teve quatro vitórias e três reveses no UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments