“Guerra de garrafas” rende multa de R$ 525 mil a McGregor

Confusão aconteceu durante coletiva de imprensa pré-UFC 202, em agosto; Diaz ainda não foi julgado

C. McGregor (foto) foi multado por confusão com N. Diaz. Foto: Divulgação/UFC

C. McGregor (foto) foi multado por confusão com N. Diaz. Foto: Divulgação/UFC

A Comissão Atlética de Nevada (NAC) anunciou nesta segunda-feira (10) a punição para Conor McGregor, responsável por protagonizar, ao lado de Nate Diaz, uma “guerra” de garrafas d’agua e latas durante  a coletiva de imprensa pré-UFC 202, em agosto passado. O irlandês foi multados em US$ 150 mil (cerca de R$ 525 mil), além de 50 horas de serviço comunitário e o comprometimento de desenvolver uma campanha anti-bullying em parceria com NAC. Nate ainda não foi ouvido, mas a data do julgamento do norte-americano deve ser anunciado em breve.

Veja Também

Campeão do UFC alfineta: ‘McGregor escolhe suas próprias lutas’
UFC 202: McGregor bate Diaz em luta épica, vinga derrota e avisa: ‘O rei voltou!’
Vídeo: McGregor e Diaz quase iniciam briga generalizada antes do UFC 202
Equipes de McGregor e Diaz são banidas do UFC 202 após confusão

Conor não compareceu à reunião, com a alegação de estar treinando na Irlanda – ele enfrenta Eddie Alvarez na luta principal do UFC 205, dia 12 de novembro, em Nova York – e foi representado por uma advogada no local. Contudo, ele participou da audiência por telefone e se desculpou pelo episódio, afirmando ter apenas reagido as provocações.

“Eu agi de forma errada, peço desculpas, foi uma situação muito incomum. As garrafas começaram a ser jogadas em minha direção, eu apenas me levantei e reagi. Fiquei muito irritado com o episódio, gostaria muito de pedir desculpas. Era uma luta muito grande, o maior pagamento da minha vida, minhas emoções acabaram tomando conta de mim e eu só posso pedir desculpas. Eu não estava tentando proteger membros da mídia, estava apenas retaliando as garrafas que foram atiradas contra mim e o meu time – declarou o lutador, afirmando ainda que concordaria com qualquer punição imposta pela NAC”, falou McGregor, por telefone.

O discurso do lutador, no entanto, não convenceu a comissária Pat Lundvall, que afirmou que a multa a McGregor deveria ser maior, principalmente por conta de ter colocado em risco a segurança as pessoas presentes no loca. Foi resolvido, então, que a multa seria de US$ 150 mil dólares (R$ 525 mil), mais 50 horas de serviço comunitário e o comprometimento do lutador desenvolver uma campanha anti-bullying em parceria com a entidade.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments