Ex-campeão do UFC promete se aposentar em caso de nova derrota

Johny Hendricks, ex-campeão peso meio-médio do Ultimate, atravessa fase ruim e vem de duas derrotas consecutivas

Hendricks conquistou o cinturão meio-médio do UFC em 2014. Foto: Divulgação/UFC

Hendricks conquistou o cinturão meio-médio do UFC em 2014. Foto: Divulgação/UFC

Após Urijah Faber anunciar que irá se aposentar no fim do ano, outro nome importante do cenário mundial pode estar se despedindo do MMA. Ex-campeão peso meio-médio (até 77kg) do UFC, Johny Hendricks revelou que pode “pendurar as luvas” em caso de nova derrota em seu próximo compromisso, contra Neil Magny no UFC 207, dia 30 de dezembro, em Las Vegas.

Veja Também

Aos 37 anos, Faber anuncia aposentadoria após sua próxima luta
Tops dos meio-médios se enfrentam no UFC 207

“As duas últimas em perdi de forma justa. Sei que perdi. Realisticamente, se eu for lá e perder, chega a hora de dizer que estou terminado. Não vou continuar lutando até achar alguém que eu possa vencer”, declarou Hendricks ao programa norte-americano “ESPN’s Five Round”.

Bigg Rigg, como é conhecido, perdeu seus dois últimos combates. Primeiro, foi nocauteado por Stephen Thompson, em fevereiro deste ano. Depois, no UFC 200, em julho, perdeu para Kelvin Gastelum por pontos. Aos 33 anos, ele não vence desde março de 2015, quando superou Matt Brown no UFC 185 na decisão unânime dos juízes.

Hendricks se tornou campeão da categoria dos meio-médios ao bater Robbie Lawler no UFC 171, em março de 2014, após Georges St. Pierre se aposentar e deixar o cinturão vago. Ao todo, ele soma 12 vitórias e cinco derrotas no Ultimate, tendo vencido nomes como Carlos Condit, Jon Fitch e Josh Koscheck.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments