Jones releva declarações de White: ‘Ele não pensou no assunto’

Ex-campeão minimiza intenção de presidente do UFC em não colocá-lo mais em lutas principais de seus eventos

J. Jones enfrentaria Cormier no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Jones enfrentaria Cormier no UFC 200. Foto: Josh Hedges/UFC

Ex-campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones não levou muito a sério as recentes declarações de seu patrão, Dana White, que mostrou a intenção de nunca mais colocá-lo em uma luta principal de um evento.

Veja Também

Dana diz que Jon Jones não irá mais liderar um evento do UFC
Suspenso por um ano, Jones diz estar feliz com punição recebida
Jones pega suspensão de um ano após cair no doping

Jones, atualmente suspenso das lutas por doping, já deixou de comparecer a alguns compromissos importantes dentro do octógono. Por exemplo, no UFC 200, foi retirado da atração principal do show por ter sido flagrado com substâncias proibidas; no UFC 187, se envolveu em um polêmico acidente de trânsito e também foi impedido de lutar.

Por isso, White revelou que somente colocaria Jones para liderar um evento caso veja uma mudança de comportamento consistente no atleta. O lutador norte-americano, no entanto, minimizou: “Eu não acho que ele pensou muito bem no assunto antes de falar. Tenho certeza de que ele não queria dizer aquilo”, escreveu Jones, em sua conta no Twitter.

Considerado um dos melhores lutadores peso por peso do UFC, Jones foi campeão dos meio-pesados entre 2011 e 2015. O norte-americano teve seu cinturão retirado após se envolver em uma batida de trânsito e fugir da cena sem prestar socorro à vítima, uma mulher grávida. Jones chegou a conquistar o cinturão interino em abril deste ano, mas foi novamente destituído do posto ao ser flagrado no exame antidoping. O atleta estará liberado para lutar novamente em julho de 2017.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments