Jessica Bate-Estaca quer luta em janeiro e depois disputa de título

Brasileira traça planos para ser campeã do mundo em 2017

Jessica ficou fora do UFC 207 (Foto: Josh Hedges/UFC)

Jessica ficou fora do UFC 207 (Foto: Josh Hedges/UFC)

Veja Também

Amanda Nunes ironiza ‘jogo mental’ de Ronda e garante: “Sei como vou pará-la”
Ronda garante: ‘Ainda sou a melhor lutadora do mundo’
Cyborg é retirada do ranking do UFC e brasileiro estreia nos pesados

A brasileira Jessica Andrade viajou para Las Vegas em vão. Apesar de tentar uma nova oponente para o UFC 207, Bate-Estaca teve que se contentar com a promessa de que vai lutar de novo em janeiro. E, para ela, uma vitória no dia 28 de janeiro, no UFC Denver, poderá lhe garantir um combate pelo título contra a campeã peso palha, Joanna Jedrzejczyk.

“Tentaram achar (uma nova adversária), não encontraram ninguém e ficou para o dia 28 de janeiro. Assim espero. Não sei se será a luta, porque a adversária provavelmente seria a Angela Hill, que não deve poder lutar, houve algum problema na família dela e talvez não lute. Vou aguardar, se Deus quiser fazer mais uma luta logo em janeiro e, em seguida, lutar com a Joanna. Estarei pronta”, comentou a brasileira em entrevista ao site do canal “Combate”.

Após uma passagem com altos e baixos pelo peso galo, Bate-Estaca tem duas vitórias em duas lutas entre as palhas – contra Jessica Penne e Joanne Calderwood. Ela chegou a estar com duelo marcado para o UFC 207 contra Maryna Moroz, mas a ucraniana se machucou. Especulou-se que Angela Hill iria voltar ao Ultimate para enfrentá-la, mas a norte-americana esbarrou em problemas burocráticos com a USADA.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments