Sob vaias, Woodley evita quedas de Demian e mantém título por decisão no UFC 214

Brasileiro tentou 25 quedas, mas não conseguiu levar a luta para o chão e acabou com o rosto machucado e olho fechado

T. Woodley segue como campeão do UFC (Foto: Reprodução Facebook UFC)

T. Woodley segue como campeão do UFC (Foto: Reprodução Facebook UFC)

Não deu para Demian Maia. Após sete vitórias consecutivas no peso meio-médio, o brasileiro recebeu sua chance pelo cinturão no UFC 214, mas foi incapaz de imprimir seu jogo contra o campeão Tyron Woodley e acabou derrotado na decisão unânime dos juízes laterais. O brasileiro teve 25 tentativas de queda, mas todas elas foram repelidas pelo wrestler norte-americano, que chegou à terceira defesa de cinturão.

Saiba mais

UFC 214: Cyborg vence Evinger por nocaute e conquista o cinturão peso pena
Renan Barão tem atuação apática e é derrotado por Sterling no UFC 214

Após a luta, Woodley foi bastante vaiado por sua performance, já que bateu o recorde de menos golpes conectados na história das lutas de título da divisão meio-médio. Mesmo com as reclamações da torcida, que gritaram a palavra “tédio” durante a luta, o norte-americano manteve a compostura no pós-luta, elogiou Demian Maia e se disse orgulhoso de sua performance.

“Eu sabia que enfrentaria um cara duro em Demian Maia, então fiz o que tinha que fazer para vencer”, declarou o campeão.

A luta

O primeiro round começou com muito ímpeto de Maia, que tentou logo buscar a queda. Porém, na primeira vez que o brasileiro agarrou as pernas de Woodley, o campeão conseguiu conectar um uppercut que machucou o olho esquerdo do faixa-preta de jiu-jitsu. A partir daí, Demian teve dificuldades para finalizar a queda e “Chosen One” conseguiu ganhar confiança, repelindo sete tentativas de queda só no primeiro assalto.

Com o olho esquerdo muito machucado, Maia entrou no segundo round com dificuldades para lidar com as mãos de Woodley e chegou a levar um knockdown. Demian ainda tentou diretos de esquerda, conseguindo acertar bons golpes em Woodley, que os absorveu bem. No fim do round, o norte-americano ensaiou algumas provocações, mas não recebeu nenhuma resposta do brasileiro.

No terceiro assalto, Woodley manteve seu plano de ficar na longa distância, ocasionalmente atacando Maia com mãos duras. O brasileiro ofereceu mais resistência, conseguiu defender melhor os golpes, mas ainda assim foi atingido mais do que atingiu. Demian tentou mais algumas quedas, mas todas foram repelidas pelo norte-americano. O quarto round se desenvolveu de maneira parecida, com Woodley esperando o rival chegar para soltar golpes e evitando mais quedas.

No quinto round, sabendo que precisava fazer algo drástico para mudar o rumo da luta, Demian começou mais agressivo, tentando mais quedas, mas sendo frustrado em todas as tentativas. O brasileiro soltou mais golpes também e chegou a atordoar brevemente Woodley em mais de uma oportunidade, mas longe de ser o suficiente para nocautear o norte-americano.

Resultados do UFC 214:

CARD PRINCIPAL 

Peso meio-pesado: Jon Jones derrotou Daniel Cormier por nocaute técnico aos 3m10s do R3

Peso meio-médio: Tyron Woodley venceu Demian Maia por decisão unânime (50×45, 2x 49-46)

Peso pena: Cris Cyborg derrotou Tonya Evinger por nocaute técnico aos 1m53s do R3

Peso meio-médio: Robbie Lawler derrotou Donald Cerrone por decisão dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso meio-pesado: Volkan Oezdemir derrotou Jimi Manuwa por nocaute técnico aos 42s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Ricardo Lamas derrotou Jason Knight por nocaute técnico aos 4m34s do R1

Peso casado (63,5kg): Aljamain Sterling derrotou Renan Barão por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×27, 30×26)

Peso pena: Brian Ortega derrotou Renato Moicano por finalização (guilhotina) aos 2m59s do R3

Peso pena: Calvin Kattar derrotou Andre Fili por decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Peso palha: Alexandra Albu derrotou Kailin Curran por decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso mosca: Jarred Brooks derrotou Eric Shelton por decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso leve: Drew Dober derrotou Josh Burkman por nocaute aos 3m04s do R1

 

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário