ESPN compra direitos de transmissão do UFC nos EUA

Emissora do 'Grupo Disney' desbanca FOX e deve pagar US$ 150 milhões por ano para ter exclusividade nos eventos do UFC

ESPN compra direitos do UFC em 2019. Foto: Divulgação

A transmissões do UFC tem nova casa a partir de 2019. Depois de seis anos de contrato com a FOX, a maior organização de MMA do mundo acertou a venda dos direitos para a ESPN, maior emissora esportiva do mundo. A partir de 1 de janeiro de 2019, o canal do grupo Disney assume a exibição para os Estados Unidos, Canadá e países hispânicos da América Latina.

Veja Também

UFC planeja evento em São Paulo no mês setembro
O UFC 224: Saiba porque apostar nos brasileiros no card preliminar
Joanna Jedrzejczyk afirma que subirá de categoria se for campeã peso palha novamente

Segundo rumores da imprensa norte-americana, a ESPN irá pagar US$ 150 milhões por ano para ter exclusividade no conteúdo do UFC. O contrato com a FOX, que se encerra em dezembro, valia US$ 100 milhões aos cofres do Ultimate.

Como novidade, o acordo entre ESPN e UFC inclui a edição de 15 eventos com transmissão exclusiva (para os EUA) pela ESPN+, canal avulso da emissora, que também pode ser acessado online, comercializado nos EUA por US$4,99 por mês – não confundir com a ESPN+ do Brasil.

“Não poderia estar mais animado com a parceria entre The Walt Disney Company e ESPN para este acerto, que continuará a evolução do esporte”, disse Dana White, presidente do UFC, através de uma nota oficial.

Nada muda no Brasil

Apesar da aquisição dos direitos de transmissão pela ESPN nos EUA, em 2019, nada muda no mercado brasileiro. Já que os direitos de transmissão no país continuam com o Canal Combate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário