Donald Cerrone quase desistiu da luta no UFC Singapura: 'Estava doente e vomitando' | SUPER LUTAS

Donald Cerrone quase desistiu da luta no UFC Singapura: ‘Estava doente e vomitando’

O norte-americano afirmou que não conseguia sair da cama e pela primeira vez em sua carreira de 12 anos pensou em desistir

D. Cerrone em sete anos no Ultimate nunca pediu uma luta ou desistiu de um embate. Foto: Getty Images

Depois da derrota para Leon Edwards na luta principal do UFC Cingapura, Donald Cerrone confessou em coletiva de imprensa que quase desistiu do confronto contra o inglês. Em 12 anos de carreira, o ‘Cowboy’ nunca desistiu de um embate no dia da luta. O veterano do Ultimate explicou que passou mal e não conseguia sair da cama horas antes do embate.

Veja Também

“Esta foi a primeira vez na minha carreira que eu quase liguei para Dana White e disse: “Não vou trabalhar hoje”. Então me olhei no espelho e disse: “Você não é esse cara. Apenas vá”. Mas isso não teve nada a ver com o jeito que lutei. Na verdade, estou orgulhoso de mim por entrar lá e lutar, então estou feliz. Não tenho nenhum remorso. Estava doente e vomitando. Não conseguia sair da cama. Estava me sentindo na m*** por toda a manhã, o dia todo. Foi o mais perto da minha carreira que já estive de ligar para o chefe e dizer: “Ei, cara, não vou fazer isso”. Então eram 5h, olhei no espelho e disse: “Você não é esse cara, então levante e vá”. E aqui estou eu”, expos Cerrone.

No UFC desde 2011 é primeira vez que Cerrone quase chamou o chefe e recuou no dia da luta. “Foi a primeira vez na minha carreira que quase chamei Dana e disse: ‘Eu não vou trabalhar hoje’”, admitiu Cowboy.

Embora estivesse doente, Cerrone admitiu que tentou fazer a melhor luta que pode, mesmo assim foi derrotado por Edwards.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments