Johny Hendricks anuncia aposentadoria do MMA

Ex-campeão dos meio-médios (até 77,1 kg.) do UFC encerra sua trajetória após 11 anos e 26 lutas como profissional

J. Hendricks anunciou sua aposentadoria. Foto: Reprodução / Instagram JohnyHendricks

A lista de aposentados do Ultimate aumentou nesta semana. Após o brasileiro Felipe Sertanejo, de 30 anos, e Rashad Evans, de 38, anunciarem o fim de suas carreiras, o norte-americano Johny Hendricks revelou que também pendurou as luvas. O ex-campeão dos meio-médios (até 77,1 kg.) do UFC encerra sua carreira após 26 lutas e 11 anos como profissional.

Veja Também

Conheça o jogador que fatura R$ 15 mil por mês no mercado de Trading Esportivo
Presidente do Bellator confirma que Lyoto Machida será um ‘coringa’ na organização
Andrei Arlovski anuncia luta contra Shamil Abdurakhimov no UFC Rússia

O anúncio da aposentadoria de Hendricks foi feito pelo lutador através do podcast do site norte-americano MMA Junkie. O lutador revelou que vai se afastar do octógono para assumir o posto de treinador de wrestling na All Saints Episcopal.

“Terminei. Estou me aposentando. Estou saindo do mundo do MMA. Venho pensando nisso bastante por um tempo. Vou retornar às minhas raízes. Vou começar a treinar os All Saints. Eu treinei um pouco dos times do ensino médio no ano passado, mas vou completar a transição para o All Saints e começar a fazer isso”, revelou Hendricks.

A carreira de Hendricks

Hendricks de 34 anos, pendura as luvas com um histórico de 18 vitórias e oito derrotas como profissional. Ele debutou no UFC, em 2009, invicto, com cinco triunfos no cartel. Ele ainda emendou 11 vitórias no Ultimate, fato que garantiu sua chance pelo cinturão contra o superastro Georges St. Pierre. Em uma apertada decisão dividida dos juízes, ele foi superado por GSP no UFC 167, em 2013. Como o canadense se aposentou após enfrentar Hendricks, o norte-americano voltou a ter chance pelo título no UFC 181, em 2014. O triunfo sobre Robbie Lawler lhe valeu o título.

A queda, no entanto, veio na revanche, em dezembro de 2014. Em uma épica batalha de 25 minutos, no UFC 185, Hendricks perdeu o título em uma decisão dividida. Desde então, ele fez nove lutas e somou apenas duas vitórias com sete derrotas. Em sua última apresentação, Johny foi dominado pelo brasileiro Paulo Borrachinha e perdeu por nocaute no UFC 217, em novembro de 2017.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário