Werdum recebe dois anos de suspensão por anabolizante usado para engordar gado

Brasileiro foi pego no teste antidoping pelo uso de trembolona, esteroide anabolizante utilizado para aumentar o peso do gado que é preparado para o abate

Werdum caiu em teste antidoping (Foto:Reprodução/Youtube UFC)

O brasileiro Fabrício Werdum pagou caro por uma alteração no teste antidoping aplicado pela Agência Antidoping dos EUA (USADA). Nesta terça-feira (11), a  entidade revelou que o lutador foi suspenso por dois anos de qualquer competição de MMA em território norte-americano.

A amostra, colhida no dia 25 de abril, revelou a presença do esteroide anabolizante trembolona e de seu metabólito epitrembolona. A suspensão começa a contar a partir do momento em que o caso foi revelado. Neste caso, o ex-campeão dos pesados poderá voltar a competir em 22 de maio de 2020.

Veja Também

Chiesa processa McGregor por incidentes no UFC 223, em abril
Com portas fechadas no UFC, CM Punk descarta aposentadoria e cogita nova luta de MMA
Woodley ignora St. Pierre e se declara ‘maior meio-médio da história’

A trembolona é um esteroide anabolizante utilizado para aumentar o peso do gado que é preparado para o abate. Como referência, sua ação no corpo humano pode superar em até cinco vezes o da testosterona (principal hormônio masculino). O uso da trembolona pode ser feito de forma injetável ou por creme.

Werdum, que tem um histórico de 23 vitórias, oito derrotas e um empate, estava escalado para enfrentar Alexey Oleinik no próximo sábado (15), na luta principal do UFC Rússia. Mas foi retirado do duelo devido a alteração em seu exame. Quando a suspensão terminar, o gaúcho terá quase 43 anos – ele faz aniversário em 30 de julho. Fato que pode antecipar sua aposentadoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário