Aldo descarta confronto com Moicano e se oferece para reserva de Holloway x Ortega

Segundo colocado do ranking dos penas, o brasileiro se dispôs a ser o substituto na luta pelo título entre Max Holloway e Brian Ortega no UFC 231 em Toronto (CAN)

J. Aldo tem mais três lutas em seu contrato. Foto: Reprodução/Instagram josealdojunioroficial

Com mais três lutas em seu contrato com o Ultimate, José Aldo está focado em alcançar o cinturão da franquia novamente. Após nocautear Jeremy Stephens em julho no UFC Calgary, o brasileiro já mira em um retorno na luta principal do UFC 231. Durante lançamento do programa “Laboratório da Luta” do canal “Combate”, o manauara afirmou ter se oferecido para substituir Max Holloway ou Brian Ortega no confronto pelo título dos penas, caso seja necessário.

Veja Também

Perto do cinturão, Renato Moicano mira em duelo contra José Aldo: ‘Faz sentido’
Aldo embolsa quase R$ 1 milhão e leva maior salário do UFC Calgary

“Independentemente de divisão, eu sei que estou cotado para a luta pelo título. Eu penso primeiro em mim, em estar lutando no card. Essa já era minha ideia. Se eu tiver essa possibilidade, com certeza vou estar preparado. Mas espero que essa luta aconteça e acho que vai ser um grande combate”, disse Aldo.

No entanto, para que isso aconteça, Aldo precisa estar escalado para o UFC 231 no dia 8 de dezembro, em Toronto (CAN) e um dos protagonistas da luta principal se lesionar ou tiver algum problema de saúde.

Segundo colocado no ranking dos pesos penas, Aldo tem sido desafiado por alguns lutadores como o compatriota Renato Moicano. Em resposta, o ex-campeão afirmou que confronto com o compatriota não será agora, pois tem outros adversários em mente.

“Tenho outros adversários em mente, que vão me colocar em um lugar muito melhor do que ele. Então, ganhar dele não é mais do que minha obrigação. Para mim, essa luta não tem significado nenhum. Mas se um dia eu tiver oportunidade de lutar com ele, quero lutar, sim. Dessa forma, a gente cala qualquer boca que possa falar qualquer coisa”, concluiu o ex-campeão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário