Rampage vence Wanderlei Silva por nocaute empata confronto no Bellator 206

Dez anos depois da última luta entre eles, Wand e Rampage, apesar de estarem longe da forma ideial, mostraram muito coração e entrega na luta histórica

Jackson (esq.) vence Wand (dir.) no Bellator. Foto: Reprodução / Twitter

A expectativa era de nocaute e foi exatamente isso que aconteceu na disputa entre Quinton Rampage Jackson e Wanderlei Silva. Após três duelos históricos, no quarto encontro entre as lendas do esporte, o norte-americano nocauteou o ‘Cachorro Louco’ no segundo round e igualou a disputa entre eles com duas vitórias para cada lado. O embate foi atração no Bellator 206, evento realizado na noite deste sábado (29), em San Jose (EUA).

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Rampage sobre Wanderlei Silva no Bellator 206
Aposentado, Belfort revela torcida por Wanderlei contra Rampage e abre portas para revanche

Com o resultado, Rampage chega a 38ª vitória da carreira e se recupera das perdas recentes para Chael Sonnen e King Mo. Por outro lado, Wand emplaca sua segunda derrota no Bellator, antes ele havia perdido para Sonnen, em 2017.

“Eu respeito o Wanderlei acima de tudo. Eu o vi lutar no UFC em 1998, antes de eu me tornar um lutador. Quando ele me acertou, tive um flashback do que aconteceu no Japão (quando Wand o nocauteou em duas oportunidades). Todo mundo me conhece como wrestler, mas venho treinado boxe há muito tempo. Meu treinamento foi um dos melhores que eu já tive”, disse Jackson ainda no cage circular.

A luta

Dez anos depois do último encontro, Quinton Rampage Jackson e Wanderlei Silva voltaram a ficar dentro do mesmo cage. Até então, nos três duelos anteriores, duas vitórias para o brasileiro e uma para o norte-americano, sempre com nocautes brutais. Na noite deste sábado, os lutadores já não ostentam a mesma forma dos duelos anteriores, mas não faltou emoção no combate de lendas do esporte.

A disputa começou tensa. Com Rampage visivelmente mais pesado, Wand tentava girar no cage e trabalhar com jabs. Mas logo após o estudo inicial, os atletas partiram para a luta franca, marca característica de ambos. O norte-americano aproveitou o contragolpe e acertou o brasileiro após um chute de Silva. Jackson chegou a desequilibrar o rival.

Na sequência, Wand tentou relembrar os velhos tempos. Ele chegou a dominar o pescoço de Rampage e disparar as temidas joelhadas na cabeça. Mas o norte-americano, que perdeu as duas disputas sendo nocauteado dessa forma, conseguiu escapar. No final da parcial, Jackson ainda teve um bom momento. Em  outra troca franca de socos, Rampage teve o melhor momento e forçou o curitibano a recuar. Ele aproveitou o momento e abriu os braços, chamando o rival para a luta.

No segundo assalto, a luta voltou quente. Rampage encurralou Wand contra as grades, mas o brasileiro abriu o arsenal e em uma troca insana de golpes ficou perto do nocaute, forçando o norte-americano a recuar.

Na sequência, porém, Quinton Jackson se recuperou do castigo e em um contragolpe balançou Silva. O golpe de direita do norte-americano chegou a mandar o brasileiro para trás, que só não caiu pelas grades. Ele aproveitou o momento, foi pra cima e conectou bons golpes. Wanderlei ainda conseguiu responder e se recuperar, mas foi pego novamente em um contragolpe. O ‘Cachorro Louco’ tentou o overhand de direita, marca que também já garantiu muitas vitórias, mas o soco passou no vazio. O norte-americano, por sua vez golpeou por dentro e o ataque entrou antes, em cheio no rosto.

Rampage aproveitou o momento e com vários socos por cima no solo chegou ao nocaute técnico.

Douglas Lima vence e avança

Apesar da derrota de Wand, o evento não foi de todo ruim para os brasileiros. Ainda no card principal, Douglas Lima mostrou porque é um dos maiores meio-médios do mundo. No torneio, que dará ao vencedor o prêmio de US$ 1 milhão, o goiano não tomou conhecimento de Andrey Koreshkov. Ele dominou a disputa por cinco rounds, abusando do chutes baixos e evitando quedas, para finalizar a disputa no quinto round com um belo mata-leão.

Mousasi vence Rory MacDonald em duelo de campeões

Campeão dos meio-médios (até 77,1 kg.) do Bellator, Rory MacDonald subiu a divisão de médios (até 84 kg.) para tentar destronar Gegard Mousasi. Mas a experiência não foi boa para o canadense. Visivelmente maior, o iraniano naturalizado armênio dominou a disputa e venceu por nocaute técnico no segundo round.

Resultados Bellator 206

 

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Gegard Mousasi  derrotou Rory MacDonald por nocaute técnico a 3m23s do R2 – luta pelo cinturão dos médios

Peso pesado: Quinton Rampage Jackson derrotou Wanderlei Silva por nocaute técnico a 4m32s do R2

Peso meio-médio: Douglas Lima finalizou Andrey Koreshkov com um mata-leão a 3m04s do R5 – luta pelas quartas de final do GP de meio-médios

Peso pena: Aaron Pico derrotou Leandro Higo por nocaute técnico a 3m19s do R1

Peso palha: Keri Melendez derrotou Dakota Zimmerman na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Peso casado: Adam Piccolotti derrotou James Terry na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 30-27)

Peso pena: Jeremiah Labiano derrotou Justin Smitley por nocaute técnico a 3m28s do R1

Peso pena:  Arlene Blencowe derrotou Amber Leibrock por nocaute técnico a 1m23s do R3

Peso casado: Josh San Diego derrotou Joe Neal na decisão dividida dos juízes

Peso galo: Cass Bell finalizou Ty Costa com um arm-lock no R2

Peso meio-pesado: Chuck Campbell derrotou Joseph Ramirez na decisão unânime dos juízes

Peso leve: Anthony Figueroa Jr. derrotou Samuel Romero na decisão unânime dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário