Pezão afirma que UFC é uma ‘máfia de cartas marcadas’

O ex-lutador da franquia garantiu que saiu da organização, pois desejava ganhar dinheiro e também para se libertar de uma ‘máfia’

A. Pezão não vence há mais de três anos. Foto: Reprodução/Instagram @bigfootsilva

Na luta principal do UFC 229, Khabib Nurmagomedov finalizou Conor McGregor no quarto assalto. Por meio de suas redes sociais, o ex-atleta da franquia, Antonio ‘Pezão’ parabenizou o russo e criticou o irlandês pelo combate. Entre os comentários, um de seus fãs questionou o fato do lutador não integrar o cartel de atletas: “quem é Pezão no UFC?”. Em reposta, o brasileiro disse que saiu da organização para poder ganhar dinheiro e sair de uma ‘máfia de cartas marcadas’.

Veja Também

UFC 229: Khabib finaliza McGregor, provoca e ‘luta do ano’ termina em briga generalizada
VÍDEO: Assista a briga generalizada entre os times de Khabib e McGregor após o UFC 229

“Ninguém. Saí já tem uns bons meses para poder realmente ganhar dinheiro e sair de uma máfia de cartas marcadas. Abraço irmão e fica com Deus”, respondeu Pezão.

O lutador brasileiro permaneceu no UFC por quatro anos e foi demitido após acumular três reveses seguidos em 2016. Desde então, Pezão lutou em duas organizações diferentes (Fight Nights Global e Titov Boxing Promotion). Antonio vai encarar Wenbo Liu pelo Rebel FC, sem data definida.

Em 13 anos na carreira profissional de MMA, Antonio tem 32 combates, sendo 19 triunfos, 12 reveses e um empate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments