Ex-técnico de Cerrone dispara contra lutador: ‘É um câncer que foi removido’

Mike Winkeljohn revelou a falta de companheirismo de Donald com os colegas de equipe e afirmou que o clima na academia está melhor sem a presença do veterano

D. Cerrone é acusado de não ajudar os companheiros de equipe. Foto: Reprodução/Instagram @cowboycerrone

Donald Cerrone finalizou Mike Perry no primeiro round do evento co-principal no UFC Denver. Isso acirrou ainda mais o clima entre o veterano e sua antiga equipe ‘Jackson Wink’. Com a derrota de seu aluno para ‘Cowboy’, Mike Winkeljohn falou sobre a saída do lutador do time.

Veja Também

Cerrone planeja voltar ao peso leve após vitória no UFC Denver
Sheik do Bahrein é ‘finalizado’ por fã com Síndrome de Down antes do Brave 18

Por meio de sua rede social o ex-técnico de ‘Cowboy’ revelou o comportamento do lutador com os membros de sua antiga equipe. Winkeljohn afirma que Cerrone usava os companheiros para treinar em sua fazenda e os atletas acabavam perdendo suas lutas.

“Lealdade é uma via de mão dupla. Falo isso especialmente para a imprensa, que só vê um lado. Onde estava Cowboy Cerrone nos últimos dez anos? Ajudando os demais atletas na academia? Não, ele estava desaparecido. Não vinha aos treinos e aulas, nem mesmo usou Greg Jackson na preparação para suas duas últimas lutas. Quando aparecia, era para escolher sparrings e levá-los para o seu rancho. Lá, ele bancava diversão de graça para todos. Esses caras iam para lá, às vezes ficavam e treinavam, e acabavam perdendo suas lutas”, postou Mike.

Mike declarou que o ‘câncer’ foi removido e que o ambiente da academia está melhor com a saída Cerrone. “Qualquer dono de academia diria a mesma coisa a todos vocês: ‘O câncer tem que ser removido’. Está removido. Não existe drama na academia. É um lugar feliz. Eu sou um cara feliz. Dito isso, eu gostaria muito que Mike Perry não tivesse derrubado Cerrone”, escreveu Mike.

Nos últimos dois anos, Cerrone somou duas vitórias em seis combates. ‘Cowboy’ foi derrotado por Leon Edwards, Darren Till, Robbie Lawler e Jorge Masvidal. Donald planeja retornar aos pesos leves após 10 confrontos nos meio-médios.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Loyalty is 2 sided! I haven’t worked with @cowboycerrone in over 10 years. #loyalty @joerogan @mmajunkiedotcom

Uma publicação compartilhada por Mike Winkeljohn (@mmacoachwink) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments