UFC Buenos Aires: Brasileiros Michel Trator e Alexandre Pantoja finalizam no card preliminar

Trator encaixou uma guilhotina em Bartosz Fabinski, enquanto Pantoja pegou o mata-leão em Ulka Sasaki; Único revés brasileiro foi de Anderson Berinja na decisão

Pantoja (esq.) e Trator (dir.) vencem no UFC Buenos Aires. Foto: Reprodução / Facebook ufc

O Brasil começou em grande estilo no UFC Fight Night Buenos Aires, realizado neste sábado (17). No card preliminar do evento, que marca a estreia do Ultimate na Argentina, três brasileiros subiram no octógono e dois deles deixaram a área de lutas com expressivas vitórias.

Veja Também

UFC Buenos Aires: Santiago Ponzinnibio x Neil Magny – Resultados

Alexandre Pantoja precisou de pouco mais de dois minutos para finalizar o japonês Ulka Sasaki com um mata-leão, enquanto Michel Trator foi ainda mais rápido. O paraense encaixou uma justa guilhotina em Bartosz Fabinski e finalizou o polonês em 72 segundos. O único revés tupiniquim no programa de abertura ficou para o estreante Anderson Berinja, que foi superado pelo inglês Nad Narimani na decisão unânime dos juízes.

Trator finaliza polonês em 72 seg.

Trator (dir.) vence Fabinski (esq.). Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Antes do UFC Buenos Aires Michael Trator já havia avisado. Ele tentaria a vitória para pedir para retornar a categoria de leves. Após quatro falhas para bater 70,3 kg. (limite do peso leve), o brasileiro foi forçado a subir a divisão de meio-médios (até 77,1 kg.) e não decepcionou. O paraense precisou de pouco mais de um minuto para chegar ao triunfo sobre Bartosz Fabinski com uma justa guilhotina.

Assim que a disputa começou, o brasileiro acertou um overhand em Fabinski, que foi ao solo. Sem perder tempo, Trator aplicou alguns socos por cima e rapidamente encaixou o estrangulamento. O polonês chegou a desistir da disputa, mas o árbitro não parou o duelo. O brasileiro também não soltou o golpe e Fabinski foi forçado a desistir novamente a 1m12s da peleja.

Pantoja finaliza Sasaki e emplaca quarta vitória

Pantoja finaliza Sasaki no UFC Buenos Aires. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

O brasileiro Alexandre Pantoja e o japonês Ulka Sasaki entraram no octógono pressionados, mesmo vindo de vitórias. Com os rumores que a divisão de moscas pode ser extinta no UFC, um revés poderia significar demissão sem o direito de tentar a sorte em outra categoria. E o lutador de Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro, não deu sopa para o azar e finalizou o rival com um mata-leão a 2m18s de duelo.

Pantoja e Sasaki trocaram bons golpes logo no início da disputa. O brasileiro conectou um bom chute, mas Sasaki defendeu e caiu por cima no solo. Mesmo por baixo, o brasileiro foi para o ataque. Ele atacou o braço e forçou o japonês a se defender. Em um belo movimento de reversão, Alexandre girou para as costas do rival e passou a ter o domínio. O faixa-preta rapidamente encaixou o mata-leão e forçou Ulka Sasaki a desistir da disputa.

Berinja perde na estreia

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Anderson Berinja bem que tentou, mas acabou superado por Nad Narimani na decisão unânime dos juízes na luta de abertura do UFC Buenos Aires. O brasileiro, que aceitou o duelo com apenas uma semana de antecedência, fez jogo duro, mas foi superado pelo atleta inglês.

O duelo começou com Narimani tomando a iniciativa da luta. O inglês conectou bons socos no rosto do brasileiro. Ainda com a pressão da estreia, Berinja demorou para entrar na disputa, mas tentou responder as investidas no boxe, mas sem o mesmo volume.

No segundo assalto, Berinja quase surpreendeu Narimani. Ele acertou um chute em cheio no rosto do inglês. Após o susto, o lutador europeu rapidamente atacou as pernas e buscou a queda. O brasileiro ainda evitou no primeiro momento, mas um cruzado o balançou e ele acabou a parcial por baixo no solo, sofrendo com socos por cima.

Sentindo que estava atrás na disputa, Anderson Berinja tentou chamar a torcida argentina para seu lado. Ele abriu o jogo no boxe e até conectou um bom soco. Mas Narimani respondeu na mesma moeda e logo levou a peleja para o solo. O brasileiro arriscou encaixar uma guilhotina, mas o inglês se livrou do estrangulamento. De volta a luta em pé, Nad acertava os melhores golpes, mas sempre buscava a queda para não correr riscos com os potentes socos do atleta paulista. No minuto final, o inglês derrubou Anderson e controlou a disputa para levar na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Resultados do UFC Buenos Aires

Card Principal

Peso meio-médio: Santiago Ponzinnibio derrotou Neil Magny por nocaute a 2m36s do R4

Peso pena: Ricardo Lamas derrotou Darren Elkins por nocaute técnico a 4m09s do R3

Peso meio-pesado: Johnny Walker derrotou Khalil Rountree por nocaute a 1m57s do R1

Peso médio: Ian Heinisch derrotou Cezar Mutante na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso galo: Marlon Vera finalizou Guido Cannetti com um mata-leão a 1m31s do R2

Peso palha: Cynthia Calvillo finalizou Poliana Botelho com um mata-leão a 4m48s do R1

Card Preliminar

Peso meio-médio: Michel Trator finalizou Bartosz Fabinski com uma guilhotina a 1m12s do R1

Peso mosca: Alexandre Pantoja finalizou Ulka Sasaki com um mata-leão a 2m18s do R1

Peso pena: Austin Arnett derrotou Humberto Bandenay na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-28, 29-27)

Peso meio-médio: Laureano Staropoli derrotou Hector Aldana na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Peso leve: Jesús Pinedo derrotou Devin Powell na decisão unânime dos juízes;

Peso pena: Nad Narimani derrotou Anderson Berinja na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments